NESTA SEGUNDA-FEIRA (17/08) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - AVENIDA COMENDADOR ALFREDO MAFFEI (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AVENIDA DR. HEITOR JOSÉ REALLI (BAIRRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - RUA RUI BARBOSA (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 KM/H.

A Polícia Civil e a Guarda Municipal de Ibaté realizaram diligência, no bairro Jardim Cruzado, com o objetivo de orientar e notificar algumas pacientes que testaram positivo para o novo coronavírus [Covid-19] e que não estariam respeitando o isolamento social.

Segundo relatou o delegado titular, Dr Gilberto Aquino, essas pessoas já haviam sido orientadas e notificadas pela equipe de Vigilância Epidemiológica e pela própria Secretaria Municipal da Saúde. “Havia informações, segundo populares do bairro, de que eles [pacientes] estariam descumprindo essa ordem e todos foram novamente notificados”, contou.

Aquino ressaltou que esses pacientes poderão responder a crime de descumprimento de determinação legal por órgão público, Artigo 268 do Código Penal de vigência, cuja pena é de 1 mês a 1 ano. “A população que tenha conhecimento de alguém testado positivo, que esteja descumprindo a norma, comuniquem a Secretaria da Saúde de Ibaté para que as providências sejam tomadas”, solicita.

De acordo com o delegado, os pacientes denunciados estavam dentro de suas residências. “Não os constatamos na via pública, o que foi constatado é que ele estavam na residência, mas como havia esse tipo de informação, eles foram devidamente notificados, caso contrário, responderão à inquérito policial”, relatou.

Aquino chama a atenção que a maioria das pessoas nos bairros, principalmente nos mais carentes, não estão utilizando máscaras. “Acabamos orientando muitas pessoas de que o isolamento social tem que continuar, principalmente, mantendo-se a distancia de no mínimo 2 metros um do outro e que qualquer desleixo pode trazer um número altíssimo de doentes, fazendo com que as internações também cresçam”, contou. “A orientação está sendo feita para manter a saúde pública. A população, às vezes, está desacreditada. Muitas pessoas não estão utilizando máscara que é uma determinação legal e todos na via pública tem que fazer o uso”, ressaltou.

O delegado ressalta que talvez falte suporte médico para esses pacientes. “Não sabemos se haverá respiradores para que todos tenham um pronto atendimento. Temos visto nas grandes capitais, um grande número de pessoas falecendo devido a contaminação por esse vírus, então, nós pedimos e alertamos para que as pessoas continuem mantendo o isolamento e um distanciamento social uns dos outros. Tenho visitado alguns supermercados na cidade e até orientado para que respeitem o distanciamento, utilizem máscara e que, no decorrer dessa pandemia, não leve seus filhos e a família inteira no supermercado. Geralmente, vai a mãe, o pai e os filhos, isso não é aconselhável. Vai uma pessoa da residência, no máximo o casal. Não precisa levar todas as crianças”, orienta Aquino.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo