NESTA SEXTA-FEIRA (21/02/2020) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA JOÃO DE GUZZI X RUA MARCOS VINICIUS DE M. MORAES VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - RUA MIGUEL PETRONI (BAIRRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

Segundo levantamento do Centro de Inteligência da Economia do Turismo, aéreas bateram em 38% a meta de novas frequências em todo o Estado de São Paulo após redução do ICMS sobre o querosene.

O aeroporto de Araraquara, que não operava nenhum voo regular ao final de 2018, fechou o segundo semestre de 2019 com uma oferta de quatro frequências aéreas semanais, em média, como efeito da redução do ICMS sobre o querosene de aviação no Estado de São Paulo.

Os voos são operados pela companhia Azul com destino ao aeroporto de Viracopos, em Campinas, aumentando a conectividade nacional e internacional para os moradores da região.

É o que mostra levantamento feito pelo Centro de Inteligência da Economia do Turismo (CIET), da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, em parceria com a Associação Brasileira de Empresas Aéreas (ABEAR) e a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). No acumulado do segundo semestre de 2019, período de análise do estudo, foram oito frequências aéreas, no total, já que os voos tiveram início em dezembro.

Em todo o Estado, as companhias Azul, Gol, Latam e Passaredo abriram 676 novas frequências aéreas semanais a partir dos aeroportos paulistas. O resultado ultrapassou em 38% o compromisso assumido inicialmente pelas empresas de criar 490 novas frequências após a redução do imposto.

“Esse resultado demonstra a correção da medida adotada pelo Governo do Estado, que está distribuindo desenvolvimento por todas as regiões”, disse Vinicius Lummertz, secretário estadual de Turismo.

O aumento da oferta teve impacto em todo o Brasil, com novas frequências para 21 estados e o Distrito Federal. No interior paulista, três novos aeroportos passaram a receber voos regulares: Araraquara, Barretos e Franca, totalizando dez regiões atendidas, sem contar Campinas, Guarulhos e a capital.

Mais três estão em previsão para 2020: Guarujá, São Carlos e Votuporanga – todas dependendo de obras de infraestrutura a serem feitas pelas prefeituras ou pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp).

Sete novos aeroportos de outros estados passaram a receber voos de São Paulo: Guarapuava (Paraná), Montes Claros e Uberaba (Minas Gerais), Rio Branco (Acre), Macaé e Jacarepaguá (Rio de Janeiro) e Sinop (Mato Grosso).



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo