NESTA QUARTA-FEIRA (17) RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS:

RADAR 1 – RUA LOURENÇO INNOCENTINI (BAIRRO/CENTRO) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 – RUA LOURENÇO INNOCENTINI (CENTRO/BAIRRO) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3 – RUA DR. MARINO DA COSTA TERRA (CENTRO/BAIRRO) – VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

 

O mês de setembro começou em grande estilo na Escola Municipal “Julio Benedicto Mendes”, em Ibaté, com o Projeto Leitura. Preocupada em formar bons leitores, a unidade de ensino deu continuidade com o projeto que tem o intuito de tornar a leitura um momento prazeroso para seus alunos, já que ela possui uma função de extrema importância no ensino/aprendizagem, uma vez que a partir do desenvolvimento da sua competência o aluno tornar-se proficiente em todas as disciplinas.

O diretor da escola, Alexandre Moraes Gaspar, contou que o projeto tem objetivo de incentivar a leitura, oferecendo espaços diferenciados e lúdicos. “Dentro da proposta pedagógica adotada, acreditamos que através de projetos os alunos têm a oportunidade de aprender conceitos que possam levar por toda a vida, como conviver em harmonia, respeitar o próximo, aprender trabalhar em grupo, ser criativo, ter uma linguagem bem desenvolvida, constituir uma leitura de mundo de forma inteligente e que lhe abra novas perspectivas, ser perceptivo aos fatores críticos, dentre outros. Conversamos com os docentes no início do ano letivo a respeito de alguns projetos, sendo um deles o de leitura, já que infelizmente com o avanço das tecnologias, cada vez menos as pessoas interessam-se pela leitura. Sendo assim, um dos nossos desafios é fazer que ela seja um hábito, transformando-se em algo prazeroso”, relatou.

Para a coordenadora Rosangela Aparecida Silva da Cruz, a realidade vem afastando cada vez mais as crianças do ato de ler. “Aspectos como computadores, videogames e TV têm ocasionado pouco interesse pela leitura. Através dela o ser humano consegue transportar-se para o desconhecido, explorando e decifrando os sentimentos e emoções que o cercam. O hábito da leitura é fundamental para a prática de produção de texto, pois o fracasso na produção de texto deve-se justamente ao fato de haver pouca leitura, por isso o objetivo da nossa Unidade de Ensino é propiciar aos educandos momentos que possam despertar neles o gosto pela leitura, o amor ao livro e criar condições para que tais atividades se desenvolvam de modo eficiente e produtivo”, observou.

No período da manhã, as turmas do 3º Ano A, da professora Elizandra Aparecida Luiz, e 3º Ano B, da professora Joice Mendes Risso, fizeram uma apresentação sobre o Folclore, finalizando as atividades que foram desenvolvidas sobre o tema no mês de agosto.

Já no período da tarde, os alunos da professora Daniela Graziela da Silva, do 3º Ano C, apresentaram o gênero literatura de cordel “O Coronel e o Lobisomem”, enquanto os alunos do 3º Ano D, da professora Marlene Aparecida Aleixo, fizeram uma apresentação do conto de fadas “A Bela e a Fera”.

Segundo o diretor, é necessário que a escola não seja encarada como um espaço estático e frio. Ela deve ser reinventada a cada dia e ressignificada de acordo com as necessidades, limitações e potencialidades dos alunos.  “O ambiente escolar precisa ser dinâmico e constantemente atualizado, um espaço de troca, interação e construção de conhecimento, de modo que os estudantes tenham prazer em estar nela. A leitura precisa se tornar um hábito, e para isso é preciso que ela faça parte da rotina. Em meio a tantas distrações competindo com a leitura, não é mais possível um professor conseguir resultados com um simples convite.

Exige-se muito mais que isso, principalmente quando levamos em consideração que a criança busca realizar atividades atrativas e prazerosas. Nossos professores são comprometidos com a formação dos alunos, proporcionando um aprendizado de forma lúdica, estimulando a reflexão sobre seus atos e atitudes, formando assim cidadãos conscientes. Além do comprometimento e dedicação dos docentes em oferecer um ensino de qualidade, não podemos esquecer de todos os funcionários da Unidade de Ensino, que também contribuem na formação dos alunos fora da sala de aula”, apontou Gaspar.

O prefeito José Luiz Parrella (PSDB) ressaltou a importância do projeto e parabenizou toda equipe escolar. “O hábito da leitura deve ser estimulado ainda na infância para que o indivíduo aprenda desde pequeno que ler é algo importante, e acima de tudo prazeroso. Uma leitura realizada com prazer desenvolve a imaginação, a escuta atenta e a linguagem das crianças. Estimulando a leitura faremos com que nossos alunos compreendam melhor o que estão aprendendo e o que acontece no mundo em geral, dando a eles um horizonte novo. Parabéns a direção, coordenação e professores da Unidade de Ensino pelo excelente trabalho que desenvolvem com nossos alunos”, finalizou o chefe do Executivo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo