NESTA TERÇA-FEIRA (11/08) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - AVENIDA GETÚLIO VARGAS (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AVENIDA GETÚLIO VARGAS (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 – RUA JOSÉ BONIFÁCIO X RUA 1º DE MAIO (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

A Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Araraquara, em operação com a Policia Militar e Polícia Rodoviária, apreendeu, na noite de terça-feira (4), cerca de 270 quilos de maconha e seis de haxixe, a maior quantidade já apreendida na história da cidade.


As drogas foram trazidas de outro país por uma quadrilha de Foz do Iguaçu. Uma mulher e cinco homens foram presos e a polícia procura pelo traficante que receberia e venderia a droga na cidade. De acordo com a polícia, os traficantes sumiram com as chaves do carro onde estava os entorpecentes.


O veículo estava abandonado em um canavial e para abrir as portas foi preciso quebrar o vidro. As drogas foram encontradas no banco de trás e no porta malas. Outros dois carros também foram apreendidos. Segundo a polícia, a maconha era hidropônica e pode ter vindo de outro país pela fronteira. As caixas em que a droga estava embalada tinham um endereço do Uruguai.


"Nós unimos três pontas de um quebra cabeça, pois o veículo estava escondido na área rural do nosso município. Quatro traficantes foram presos na rodoviária da nossa cidade e dois presos em um motel da cidade de Matão", disse o delegado Gustavo Maio. A investigação durou um ano e a polícia chegou aos suspeitos graças a interceptações telefônicas. A polícia já sabe o nome do traficante que receberia a droga em Araraquara.


Os homens foram levados para anexo de detenção provisória de Araraquara. Já a mulher foi encaminhada para a cadeia de Santa Ernestina.


 


Do Portal EPTV



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo