NESTA SEXTA-FEIRA (07/08) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - RUA RUI BARBOSA (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 KM/H;

RADAR 2 - RUA MIGUEL PETRONI (BAIRRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - AVENIDA JOÃO DE GUZZI X RUA MARCOS VINICIUS DE M. MORAES - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

O vereador e presidente da Comissão de Saúde Elton Carvalho (Republicanos) se posicionou contrário a instalação de “covidário” no Ginásio de Esportes Milton Olaio Filho. O espaço deverá ser instalado para que casos de síndrome gripal leves sejam direcionados para pronto atendimento, para que não haja mistura de fluxo evitando assim, contaminação. Na visão do parlamentar, instalações do antigo pronto socorro seria uma opção muito mais adequada.

“O antigo pronto socorro foi reformado e está praticamente pronto. Além de ter uma boa estrutura, é extremamente bem localizado, no coração da cidade, facilitando o acesso da população para atendimento. Acredito que os custos para implantação seriam muito menores e a eficiência logística e operacional muito maior”, explicou. 

Com relação a utilização do ginásio Milton Olaio, Elton questiona a distância das instalações que, segundo ele, penaliza principalmente pessoas que residem em bairros periféricos, ou seja, tornando necessário muitas vezes o uso de transporte coletivo e, possivelmente, a necessidade de fazer uso de até dois ônibus para cada trecho de deslocamento.

“Na minha visão, mais uma vez, a decisão de instalar um “covidário” no Milton Olaio é equivocada. Além das dificuldades de acesso, eu acredito que a necessidade de custos com instalações, equipamentos, climatização, entre outros, será muito mais alto”, afirma Elton. “Além disso como será feito o deslocamento, via transporte coletivo? É o ideal para um possível caso positivo de COVID-19 andar de ônibus? Ou o SAMU será responsável? La terá climatização? Estrutura de custos com relação a contratação de infraestrutura, insumos e mão de obra já foram realizadas? Não ficou muito claro como será o protocolo”, complementou

Na reunião realizada no dia 7 de julho no auditório da Santa Casa de São Carlos, foi cogitada a possibilidade de instalar-se containers junto as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Segundo Elton, seria uma decisão mais acertada.

“Eu acredito que containers como suporte à estrutura que as UPAs já têm, seria uma boa opção. A UPA já dispõe de pessoal capacitado, equipes bem treinadas, o atendimento seria descentralizado por haver três UPAs na cidade, fica mais fácil a questão de deslocamento e mais próximo a Santa Casa e do Hospital Universitário caso haja a necessidade de leitos de terapia intensiva, reduzindo o tempo de resposta”, destacou o vereador.  “A impressão que dá é que investiram lá (no ginásio) de forma equivocada e agora querem colocar para funcionar quebrar o argumento de que fez, mas não usou. É mais importante reconhecer o erro, mas investir corretamente dessa vez”, finalizou.

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo