NESTA SEGUNDA-FEIRA (27/01/2020) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 – AVENIDA HENRIQUE GREGORI (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

 RADAR 3 – RUA RUI BARBOSA (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 KM/H.

O secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, o secretário-chefe da Casa Militar e o coordenador da Defesa Civil do Estado, coronel Walter Nyakas Júnior, receberam na tarde desta terça-feira (7) uma comitiva para discutir e tentar resolver o problema das enchentes na cidade de São Carlos.

A reunião, que foi solicitada pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Lucão Fernandes (MDB), por intermédio do pré-candidato a prefeito Netto Donato (PSDB), que aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

Lucão contou que foram pleiteados recursos no montante de R$ 12,5 milhões, sendo R$ 2,5 milhões para obras de recomposição da destruição causada pelas chuvas dos últimos dias e os outros R$ 10 milhões para obras de ampliação da vazão de água próximo à rotatória do Cristo, na região do shopping.

“A cidade vem sofrendo há muito tempo com essa questão das chuvas, que acabam trazendo um transtorno muito grande aos lojistas. Fizemos nosso encaminhamento mostrando ao secretário Vinholi, as necessidades mais primordiais, que precisam ser feitas de imediato, e esperamos que seja estudado com muito carinho para que possamos amenizar o sofrimento do povo de São Carlos”, disse o parlamentar.

Vinholi afirmou que enviará técnicos do Governo do Estado, o mais breve possível, para a cidade. “Foram apresentadas as demandas do município, através de um relatório da Defesa Civil da cidade, produzido pelo Pedro Caballero, e agora vamos, imediatamente, enviar a Defesa Civil e o pessoal da Secretaria de Infraestrutura, para fazer uma análise técnica desses investimentos e dar uma resposta o mais breve possível”, afirmou.

Lucão ressaltou que a expectativa de que o governo estadual atendesse as demandas era muito grande. “Particularmente, não fiquei satisfeito. Achei um atendimento muito rápido. Penso que o secretário [Vinholi] poderia ter sinalizado uma possibilidade de atendimento desses recursos e dado uma explicação melhor para a cidade de São Carlos, que tem, ao longo dos anos, dado uma votação muito expressiva para o PSDB, em todas as eleições”, comentou.

O parlamentar ressalta que São Carlos é uma cidade com quase 300 mil habitantes mereceria um melhor tratamento do secretário. “São Carlos tem trazido um retorno eleitoral muito grande para o Governo do Estado de São Paulo e esses valores, que não chegam nem a R$ 15 milhões para uma cidade do tamanho da nossa e de tudo aquilo que ela representa, penso que o Vinholi poderia ter sinalizado a possibilidade da liberação dos recursos imediatamente”, finalizou.

Choveu em três dias, um volume de 204 mm na cidade, ou seja, cerca de 85% do que era previsto para janeiro inteiro. A região comercial da Baixada do Mercado foi a mais atingida com as enchentes.



Comentário(s) 

0
Hamas | 09 Janeiro 2020
Pois é , pode esperar sentado pois ajuda de tucano para São Carlos é esmola , mas o povo besta chega na hora de votar vai atrás desses lixos da política , só um imbecil acha que partido de rico ajuda pobre.
+2
cesar | 09 Janeiro 2020
Ele espera ainda, foi lá e discutiu com o secretário, não quis pedir e sim exigir, se vier será "esmola", ele achou que era Presid..te da República e não da câmara, kkkkk. Agora Netto Donato, olha sua cara na foto, perdido e inocente, se quiser algo, ande com suas pernas e pare de seguir o que não está e nunca deu certo, esses velhos políticos.