NESTA SEXTA-FEIRA (13/12) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 – Rua Rui Barbosa (CENTRO/BAIRRO) vELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 kM/H; 

RADAR 2 – Avenida Francisco Pereira Lopes (usp/ shopping) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H; 

RADAR 3 – Rua Miguel Petroni (rodovia/centro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

Utilizando a tribuna da Câmara Municipal, durante a sessão ordinária da última terça-feira (12), o presidente Lucão Fernandes (MDB) solicitou ao prefeito Airton Garcia que efetue a antecipação do pagamento da segunda parcela do décimo terceiro aos servidores públicos municipais. 

Segundo contou, a Prefeitura conseguiu um aumento de R$ 17,5 milhões na arrecadação, por conta do Refis, coordenado brilhantemente pelo secretário de Governo, Edson Fermiano, que solicitou ao secretário de Fazenda, Mário Antunes, a prorrogação de prazo do programa. "A primeira parcela que foi arrecadada com o Refis, que já está nos cofres da prefeitura, foi de R$ 8 milhões. Também está prevista a arrecadação de R$ 9,5 milhões em parcelamentos efetuados. Através do Dr. Edson Fermiano, o prefeito acatou uma solicitação deste Legislativo, prorrogando o prazo do Refis, aumentando a arrecadação de R$ 15,5 milhões para R$ 17,5 milhões", explicou.  

Lucão ressaltou que a Prefeitura tem até o dia 20 de dezembro para quitar o décimo terceiro. "Sabemos que a Prefeitura tem esse prazo, porém, com a significativa arrecadação financeira, por conta do Refis, é que apresentamos esse pedido ao senhor prefeito. Quem sabe, o Dr. Edson Fermiano, que tem atendido nossas solicitações, nos atenda em mais esse pedido e até o final desse mês, consigam pagar a segunda parcela aos servidores municipais", afirmou. 

O parlamentar enalteceu os importantes trabalhos realizados pelos servidores públicos municipais, em prol da cidade. "Se todos os servidores públicos brasileiros realizassem um trabalho sério e comprometido igual aos servidores municipais da nossa cidade, com certeza, o Brasil seria um país melhor", finalizou.



Comentário(s) 

+2
cesar | 15 Novembro 2019
Esse edil está querendo aparecer, esqueceu ou não sabe, executivo não é subordinado ao legislativo, então quem tem o poder de pagar e gastar é o executivo, será que já está em campanha, cuidado com crime eleitoral.