NESTA TERÇA-FEIRA (18/02/2020) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - RUA MIGUEL PETRONI (RODOVIA/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - RUA MIGUEL PETRONI(CENTRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - RUA RUI BARBOSA(CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 KM/H.

 

Na sessão ordinária desta terça-feira (8) o vereador Gustavo Pozzi criticou a instrumentalização de associações que representam professores em benefício de alguns partidos políticos.

O vereador lembrou que nas manifestações contra o contingenciamento do Ministério da Educação para as universidades federais, foi hostilizado por manifestantes, que indagaram o porquê do mesmo encontrar-se lá, além de ter constatado que haviam muitas bandeiras de partidos de esquerda no movimento. 

Gustavo Pozzi disse que vê um movimento político dentro da APEOESP dominado por partidos de esquerda, que visam usar os professores para benefícios próprios. Recordou ainda que a associação se manifestou contrariamente à prisão do ex-presidente Lula, fazendo uma recepção para o condenado. 

"Esses movimentos deveriam fazer uma autoanálise para ver se estão representando os professores ou interesses partidários. A cada ano que passa a APEOESP perde créditos com os professores. A associação deveria voltar para a base e conversar com os professores, que não são políticos e nem partidários, para saberem o que eles querem”, declarou o vereador. 

Segundo o parlamentar, no ano passado a APEOESP elegeu uma deputada federal. “Isso é a prova de uso de um sindicato com fins políticos”, concluiu Pozzi



Comentário(s) 

0
Rubens | 15 Outubro 2019
Ele se elegeu dentro de uma igreja, ele esqueceu que a religião católica é um sindicato tbm, só que fica do lado dos ricos, esquecendo a origem de seu fundador.
+2
Aécim Pódemais | 11 Outubro 2019
Pelo amor de deus , o cara é vereador e não aprendeu que qualquer associação , , grupo e sindicatos são braços políticos da sociedade ate a CNBB é altamente politizada , esse cara quer o que ? que essas entidades representativas da sociedade vire um santuário de monges , se bem que ate os monges do Tibete fazem política , acorda vereador vê se estuda um pouco de política.