NESTA SEGUNDA-FEIRA (16/09) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - Rua Miguel Petroni (CENTRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H; 

RADAR 2 – Av. Francisco Pereira Lopes (USP/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 – Av. Comendador Alfredo Maffei (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

Nesta sexta-feira, dia 14 de junho, o prefeito Airton Garcia recebeu em São Carlos o secretário de Mobilidades Especializadas do Ministério da Educação, Bernardo Goytacazes de Araújo.

A pasta de Goytacazes de Araújo planeja, coordena e orienta a formulação e a implementação de programas e políticas educacionais, por meio de apoio técnico e financeiro aos entes federados, que promovam o direito à educação das pessoas com deficiência, das pessoas surdas, das populações do campo, dos povos indígenas, das remanescentes de quilombos, das populações em situação de itinerância, dos povos e comunidades tradicionais, bem como estudantes beneficiários de programas de transferência de renda, em todos os níveis, etapas e modalidades de ensino.

No período da manhã o secretário de Mobilidades Especializadas do MEC, acompanhado dos secretários de Educação, Nino Mengatti, de Esportes e Cultura, Edson Ferraz, da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, José Paulo Gomes, da presidente do Fundo Social de Solidariedade, Lucinha Garcia, do chefe de gabinete da SME, Leandro Severo, da diretora do Departamento Pedagógico da SME, Cilmara Seneme Ruy, do diretor Administrativo da SME, Celso Batista dos Santos, do diretor da FESC, Fernando de Carvalho, do vereador Roselei Françoso e demais supervisores e coordenadores da área da educação, visitou o antigo Fazenda Hotel, local onde a Prefeitura também estuda instalar um Centro de Referência de Educação Especial.

A equipe da Secretaria Municipal de Educação fez uma apresentação da rede municipal de ensino, que hoje atende mais de 15.500 alunos, sendo 467 na educação especial, em 58 unidades escolares, sendo 48 Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIS), 9 Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBS) e 1 Escola Municipal de Educação de Jovens e Adultos (EMEJA). No total são 1.840 profissionais concursados, dentre esses 1.400 professores. Outras 1.500 crianças são atendidas em projetos, programas, parcerias e entidades conveniadas.

“A nossa intenção é oferecer um atendimento complementar na educação especial com apoio do MEC.Pensamos em um Centro de Referência formado por uma equipe de fonoaudiólogas, psicólogas e terapeutas ocupacionais que atuariam como assessoria técnica das unidades escolares, dos professores da rede que hoje atuam nas 28 salas de recursos e para atendimento das famílias dos nossos alunos especiais. Também conversamos em Brasília com a senadora Mara Gabrilli e ela se dispôs nos ajudar com emenda impositiva. Fizemos um projeto inicial e vamos precisar de R$ 600 mil a instalação do centro, por isso hoje pedimos ajuda ao secretário Bernardo Goytacazes de Araújo”, conta Nino Mengatti, secretário municipal de Educação.

Mengatti disse, ainda, que vai incluir o projeto no Plano de Ações Articuladas (PAR), por meio do Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Finanças do Ministério da Educação (Simec). “Vamos fazer a inclusão para que possamos ter acesso aos recursos para o projeto”.

De acordo com o secretário do MEC a cidade de São Carlos é uma das poucas que pode pleitear recursos do Governo Federal. “Dos 5.570 municípios do país, somente 149 tem o nome totalmente limpo e São Carlos é um deles, portanto pode enviar projetos para o MEC porque está apto a receber recursos e assinar convênios. A nossa orientação é que o município se inscreva no PAR Construção de Escola para pleitear recursos, já que o local também abrigaria uma escola-parque juntamente com um Centro de Referência de Educação Especial”, explicou Bernardo Goytacazes de Araújo que ressaltou que para o custeio da educação especial o ministério já repassa duas vezes mais por matricula para o acolhimento desses alunos.

O prefeito Airton Garcia agradeceu a visita e aproveitou para saber dos projetos do Governo Federal na área da educação para São Carlos. “Estamos fazendo a nossa parte, construindo escolas, abrindo novas vagas, mas se a União nos ajudar avançaremos ainda mais. Nosso o objetivo de governo sempre foi priorizar as ações que favoreçam as pessoas”.

O secretário de Mobilidades Especializadas do Ministério da Educação, Bernardo Goytacazes de Araújo, foi presenteado com o livro “Reflexões Pedagógicas para a Educação Infantil do Município de São Carlos”, trabalho organizado pelas profissionais da Rede Municipal de Ensino: Cibeli Colautti e Vivian Priscila Messa com a participação de professores, diretores e toda a equipe técnica da SME.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo