OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO EM OPERAÇÃO NESTA QUARTA-FEIRA (22/5) NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - Rua Coronel José Augusto de O. Salles (centro/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 2 - Rua Coronel José Augusto de O. SalleS (BAIRRO/centro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 3 – Av. Morumbi (CENTRO/bairro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 kM/H.

Nesta quinta-feira (16/5), acontece na sede da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), na capital, uma reunião com representantes da Prefeitura, empresários, Triângulo do Sol e Artesp, para tratar do projeto de construção da marginal na Rodovia Washington Luis, entre a avenida Getúlio Vargas até o dispositivo da antiga Fazenda Hotel.

Desde o início do ano, a Prefeitura de São Carlos está intermediando as ações entre os empresários e Artesp. A Agência desde 2016 está exigindo das empresas localizadas às margens da rodovia, um acesso regulamentado comercialmente e isso tem uma série de exigências. Em alguns locais, essas exigências não foram atendidas e o problema se arrasta.

Na terça-feira (14/5), o engenheiro José Mário Frasnelli, contratado pelos empresários, apresentou ao grupo de empresários e representantes da Prefeitura o projeto da avenida marginal. “O projeto contempla uma marginal que vai do dispositivo da Getúlio Vargas até a Fazenda Hotel. É um projeto funcional composto de plantas e perfis longitudinais. Vamos apresentar a Artesp e após a reunião serão feitos todos os procedimentos da entrada desse projeto via Triângulo do Sol para aprovação. Aprovado o projeto funcional, faremos o projeto executivo”, explicou o engenheiro.

Atualmente há um dispositivo, criado de modo precário, que não atende às exigências da agência reguladora e não está em conformidade com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Por isso, em fevereiro, a concessionária informou à Prefeitura que pretendia impedir o tráfego de veículos pelo dispositivo existente, o que prejudicaria as empresas existentes no local. O projeto está sendo custeado pelos empresários.



Comentário(s) 

+1
Cesar | 04 Junho 2018
Não é nenhuma dádiva divina, tem que pagar a antecipação pelo acordo, essa gestão acha que tudo é um favor; acorda Boné, eu pago meus impostos e tenho direito a benfeitorias, não é só pagar o essencial e achar que está uma maravilha, a cidade está imunda, suja, esburacada, trânsito cada vez pior devido as cag..das do DR formado na era dos bondes, falta abrir uma UPA, resumindo você só piorou a cidade depois que assumiu, fora o amor estranho amor com a suzantur. Renunciaaaaa.
Sistema Organização Contabil
Fóvea