Imprimir esta página

Durante a sessão da Câmara Municipal na tarde desta terça-feira (14), o presidente da Casa, vereador Lucão Fernandes (MDB), fez referências ao Hospital Universitário e o comparou como uma “Ferrari parada na garagem”.

A abertura do pronto-atendimento do Hospital Universitário é um assunto que não sai do radar do debate político. Em diversas ocasiões, a superintendente do HU, Ângela Leal, admitiu que a filosofia do hospital não é o atendimento “porta aberta”.

“Eu fiz alguns requerimentos de urgência a respeito do atendimento do Hospital. Eu o comparo a uma Ferrari dentro de uma garagem, onde se paga as taxas, o licenciamento, mas não usa. Fica lá, para embelezar. Será que a população tem acesso a este hospital?”, questionou Lucão.

Ele também pediu informações sobre a possibilidade de abrir o hospital para o atendimento ao público. Também perguntou acerca do atendimento pediátrico, pelo menos 12 horas ao dia.

SVO – Durante o uso da Tribuna, Lucão também falou sobre a necessidade da criação do Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) em São Carlos. Atualmente o SVO é realizado na cidade de Américo Brasiliense “e vem causando transtornos aos munícipes que perdem seus entes queridos”, finalizou o presidente da Câmara.



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores
e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.