NESTA SEGUNDA-FEIRA (20/08) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 - RUA MIGUEL PETRONI (CENTRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 – RUA RAY WESLEY HERRICK (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3 – RUA DR. MARINO DA COSTA TERRA (CENTRO/BAIRRO) – VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

O ex-presidente do Banco Central e ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles em São Paulo representantes da Confradesp (Convenção Fraternal das Assembleias de Deus do Estado de São Paulo) ocasião em que o vereador Sérgio Rocha (PTB) também esteve presente. O encontro, no último dia 4, ocorreu no escritório do ex-ministro na capital.

Sérgio Rocha, que apoia a postulação de Meirelles de concorrer à presidência da República no pleito deste ano, afirmou que São Carlos tem sido um grande polo de tecnologia e não pode parar no tempo. A seu ver, “o futuro presidente do Brasil deve olhar com carinho para região central do Estado de São Paulo, que abrange mais de 26 cidades com grande potencial de desenvolvimento”.

“Espero eleitores mais conscientizados nas eleições de 2018, e diante do cenário de muita desconfiança e insatisfação, aquele que coloca o seu nome para disputar a eleição em 2018 precisa reunir competência, seriedade, experiência e acima de tudo honestidade”, concluiu Rocha.



Comentário(s) 

+1
leitor assíduo | 15 Maio 2018
Henrique Meirelles é banqueiro. Fez carreira e fortuna em banco internacional. Não tem compromisso com o país. Está comprometido com o mercado. Está filiado ao mdb, um dos partidos mais corruptos do país. Não tem projeto nem vontade de acabar com a desigualdade social no Brasil. Cabe saber qual a intenção de Sérgio Rocha quando se propõe a puxar-lhe o saco. Será que o nobre vereador não quer o fim da pobreza, porque se vale da carência social para eleger-se? Na longa lista de candidatos a presidente da República, Henrique Meirelles não está entre as melhores opções para quem deseja um país justo e igualitário.