OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO EM OPERAÇÃO NESTA SEGUNDA-FEIRA (20/5) NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - Av.Dr. Heitor José Realli (RODOVIA/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - Av. Francisco Pereira Lopes (USP/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - Av. João de Guzzi x Rua Marcos Vinicius de M. Moraes - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

Foi realizada nesta quinta-feira (28) na Sala da Presidência da Câmara Municipal uma reunião com o secretário municipal de Saúde, Marcos Palermo, e membros da equipe da pasta para tratar de assuntos relacionados à prevenção e ao combate à dengue. 

Na ocasião, compareceram o presidente do Legislativo, Lucão Fernandes (MDB), os vereadores Azuaite França (PPS), Edson Ferreira (PRB) e Ubirajara Teixeira – Bira (DEM), além de assessores de outros parlamentares. Também participaram Crislaine Mestre, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Fausto Sposito, diretor do Departamento de Gestão do Cuidado Hospitalar, e Vanessa Barbuto, chefe de gabinete da Secretaria de Saúde. 

O agendamento da reunião foi solicitado pelo secretário de Saúde para pedir apoio dos vereadores nas ações contra a dengue e convidá-los a organizarem-se em um grupo para participar das reuniões do Comitê de Combate à Dengue da Prefeitura, sendo que o próximo encontro será no dia 12 de março. 

COLABORAÇÃO - Marcos Palermo agradeceu ao presidente Lucão e a todos presentes, destacando a importância do Executivo e o Legislativo caminharem juntos na luta contra a dengue. “Todos sabem que a dengue assola toda a região e em São Carlos o número de casos da doença está crescendo gradativamente. Com a Câmara abrindo as portas para a Secretaria de Saúde, nós conseguiremos atingir nosso objetivo que é não deixar a epidemia de dengue aumentar na cidade”, afirmou o secretário. 

Tendo necessidade de se ausentar ao final da reunião, Lucão foi representado pelo vereador Azuaite, que reiterou o apoio à causa declarado pelo presidente. “A Saúde, especialmente nesta campanha de prevenção à dengue, precisa de apoio e de fiscais da estatura da Câmara Municipal. Então, a partir deste momento, a Câmara, através de seus representantes, irá participar das reuniões do Comitê de Combate à Dengue, cobrando dos parceiros e das demais secretarias, articuladas pela Secretaria da Saúde, a realização das tarefas assumidas”, destacou Azuaite.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo