NESTA SEXTA-FEIRA (14/12/18) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 – RUA CORONEL JOSÉ AUGUSTO DE OLIVEIRA SALLES, PRÓXIMO AO SESI - CENTRO/BAIRRO - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 – RUA CORONEL JOSÉ AUGUSTO DE OLIVEIRA SALLES, PRÓXIMO AO SESI - BAIRRO/CENTRO - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3 – AVENIDA GETÚLIO VARGAS OPOSTO AO GINÁSIO MILTON OLAIO FILHO - CENTRO/BAIRRO - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 M/H.

 

 

Na manhã desta segunda feira (12) o vereador Elton Carvalho protocolou uma emenda aditiva no Projeto de Lei nº 0434/2018 da Prefeitura Municipal de São Carlos que “Dispõe sobre a organização administrativa da Prefeitura Municipal de São Carlos e adota outras providências”. 
De acordo com o vereador, é inadmissível que os cargos de Chefe de Gabinete de Secretaria e Diretor de Departamento não tenham nenhuma exigência quanto a escolaridade mínima. 

“Quando li o projeto identifiquei imediatamente que não era exigida escolaridade mínima para tais cargos sendo que, a média salarial destes é acima de R$ 6.000,00. Isso compromete certamente e interfere na qualidade dos serviços oferecidos á população, visto que, as decisões tomadas e os projetos geridos por pessoas que ocupam estes cargos, demandam habilidades e competências teóricas e técnicas para que os trabalhos sejam eficientes e eficazes”, destacou o parlamentar. 

O vereador enfatiza que para um servidor de carreira, concursado, que desejar ocupar um cargo de liderança, deve se ter anos de experiência na prefeitura, na pasta em que atua e escolaridade mínima exigida comprovada. 

“Tal medida proporciona inclusive um problema motivacional no funcionalismo público, visto que, os servidores devem ter experiência, escolaridade, entre outros requisitos, para ganhar uma gratificação que, na média, junto com o salário não totaliza R$ 4.000,00”, argumentou Elton.

“Além de achar inadmissível uma pessoa que receberá um salário expressivo não ter ensino superior, um dos objetivos com esta emenda aditiva é que a Prefeitura não sofra futuras ações civis públicas por não fazer as adequações necessárias”, complementou. “Nós precisamos em São Carlos de técnicos políticos que façam uma gestão diferente, com redução da burocracia e com maior eficiência, para que a população não sofra os impactos nos serviços oferecidos por conta de vínculos políticos estabelecidos”, enfatizou.

“Faço um apelo para meus pares vereadores e vereadoras que não tenham acordos políticos, amarrações e cargos na Prefeitura, votem a favor da população e da cidade de São Carlos”, finalizou o parlamentar. 



Comentário(s) 

0
VaiSonhando | 14 Novembro 2018
:D Vai Sonhando que os Vereadores de São Carlos, com a quantidade gigantesca de "cupinchas" encostados na prefeitura vão aprovar... Vai sonhando... Câmara Corrupta, com eleições pagas com cargos comissionados jamais criarão mecanismos para coibir ou minimamente reduzir o numero de encostados da prefeitura! :D
0
Hamas | 13 Novembro 2018
Nobre edil , no que depender de mim , sua proposta esta aprovada , mas vamos a realidade , conheço um monte de gente que é funcionário público de carreira , com diploma de nível superior , e que não tem desempenho de acordo com suas funções , ou seja de que adianta ter nível superior e ser incompetente? não seria adequado além dessa lei ter uma que a cada 2 ou 3 anos essas pessoas passem por uma avaliação ? ter diploma é bom mas não é tudo.
+2
cesar | 13 Novembro 2018
Concordo plenamente, mas para ser Presidente do Brasil, senador, de[...]do, governador, prefeito e vereador, não é exigido nada, apenas ler e escrever. Se os edis são legisladores, teriam que ter curso superior e conhecimento técnico das leis, pergunta ao nobre edil, nesta legislatura todos tem esse currículo.