NESTA SEXTA-FEIRA (6/12) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA COMENDADOR ALFREDO MAFFEI (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 – AVENIDA FRANCISCO PEREIRA LOPES (USP/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 – AVENIDA HENRIQUE GREGORI (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

Os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Associação Corpo e Alma, solicitaram nesta semana um prazo de mais 15 dias para apresentar o relatório de tudo o que foi apurado ao longo desses 17 meses.

A CPI da Corpo e Alma é uma das mais antigas que está em curso no Poder Legislativo. Ela foi aprovada na sessão da Câmara do dia 14 de outubro de 2014. No dia 21, foi votada a comissão composta pelos vereadores Penha (PPS, presidente da CPI), Rodson Magno (PSDB), Lineu Navarro (PT) e Cidinha do Oncológico (SD); em 3 de dezembro, começaram os depoimentos. A Comissão investiga os contratos, os repasses e o serviço prestado pela associação, que promove atividades físicas para a terceira idade, além de acompanhamento de profissionais de educação física, nutrição e fisioterapia.

Segundo o Portal da Transparência da cidade, a Corpo e Alma recebeu em, 2013, objeto das investigações, R$ 98 mil para a execução do projeto.

Segundo o relator da CPI, vereador Walcynir Bragatto (PV) o atraso na entrega dos extratos bancários implicou na demora de conclusão dos trabalhos. “A Caixa Econômica Federal demorou em torno de 10 meses para entregar os extratos bancários. Por força da lei, temos de ter um cuidado para que não haja exposição desnecessária e para que não possamos correr o risco de perder o trabalho por um erro de procedimento”, justificou Bragatto.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo