OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO EM OPERAÇÃO NESTA SEXTA-FEIRA (24/5) NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - Rua José Bonifácio x Rua 1º de Maio (centro/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 2 – Avenida Getúlio Vargas (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 – Avenida Dr. Heitor José Realli (bairro/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

A vereadora Cidinha do Oncológico (SD), presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, declarou-se otimista quanto aos encaminhamentos que podem viabilizar a fabricação de fosfoetanolamina, a chamada “pilula do câncer”, pela empresa  PDT Pharma, de Cravinhos, visitada na última sexta-feira (8) pelos cientistas Gilberto Chierice, responsável pelo desenvolvimento da pesquisa com a substância e Vanderlei Salvador Bagnato, do Instituto de Física de São Carlos (IFSC-USP).

 

O prefeito Paulo Altomani  e a vereadora Cidinha acompanharam os pesquisadores,juntamente com o secretário de Saúde, Marcus Petrilli, e técnicos de empresas de São Carlos.

Cidinha destacou a constatação de que a empresa dispõe de todas as credenciais (certificação da Anvisa e normas técnicas para fabricação de medicamentos) e se declarou otimista quanto à liberação de recursos pelo governo do Estado de São Paulo para  viabilizar a fabricação da substância e auxiliar nas pesquisas visando à aprovação do medicamento contra o câncer. A parlamentar disse que o Legislativo participa da mobilização que envolve os deputados Roberto Massafera e Ricardo Madalena, para a realização de audiência com o governador Geraldo Alckmin.

Em novembro do ano passado o governador colocou à disposição do pesquisador Gilberto Chierice toda a estrutura do Estado, como hospitais, institutos de pesquisa e o laboratório Furp [Fundação para o Remédio Popular], para ajudar na conclusão das etapas para aprovação final da substância. Naquela oportunidade Alckmin solicitou à  Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária), a liberação do uso uso da fosfoetanolamina para pacientes de câncer que não obtém melhora com tratamentos comprovados e também se reuniu com o ministro da Saúde, Marcelo Castro, para debater o assunto.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo