NESTA SEXTA-FEIRA (10/07) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - RUA MANOEL JOSÉ SERPA (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 KM/H;

RADAR 2 - RUA MIGUEL PETRONI (CENTRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 – AVENIDA FRANCISCO PEREIRA LOPES (USP/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

O Centro de Controle Operacional da Guarda Municipal de São Carlos (CCO) ganhou uma estrutura mais moderna na Base Avançada “Edélcio Leme de Almeida”, localizada no antigo velório, ao lado do Cemitério Nossa Senhora do Carmo. A central funciona 24 horas com acesso às 53 câmeras distribuídas por toda a cidade e atendendo as demandas do telefone 153, da central de alarmes e dos rádios da corporação.

O Centro de Controle também já é integrado ao Detecta, sistema de monitoramento inteligente, o maior Big Data (conjunto de informações armazenadas) da América Latina, que integra bancos de dados das polícias paulistas, como os registros de ocorrências, Fotocrim (banco de dados de criminosos com arquivo fotográfico), cadastro de pessoas procuradas e desaparecidas, dados do Departamento Estadual de Trânsito, registro de veículos furtados, roubados e clonados. No total o sistema de videomonitoramento de São Carlos é composto por 53 câmeras de vídeo e 7 radares de velocidade com sistema OCR (Optical Character Recognition), tecnologia para reconhecer caracteres.

A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria de Segurança Pública, também iniciou um processo de expansão do sistema de monitoramento do município com a instalação de novas câmeras LPR - Licence Plate Recognition -, com detecção de placas de veículos em imagens e streamings em tempo real. No total serão instalados 4 novos equipamentos, porém 2 câmeras já foram instaladas, uma na rua Jesuíno de Arruda e outra na região do bairro Botafogo. As outras duas serão instaladas nas mesmas vias, porém no sentido contrário.

“Esse é um trabalho que iniciamos em 2018 com a recuperação do prédio que estava totalmente abandonado, um investimento de R$ 250 mil com recursos próprios. Quando assumimos prometemos que iríamos reestruturar a GM e o investimento nessa central de monitoramento é mais uma prova de que isso está sendo cumprido”, garante o prefeito Airton Garcia, lembrando que não foi possível fazer uma solenidade de inauguração em virtude do isolamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus.

O guarda municipal Evandro Gimenes Mione, diretor de Tecnologia e Informação da Secretaria de Segurança Pública, conta que as imagens em alta resolução agora são armazenadas em um servidor próprio, instalado no CCO, proporcionando maior segurança aos arquivos. “Foi através das imagens da GM que a ‘Gangue da Marcha Ré’ foi desarticulada” e muitas outras ações criminosas evitadas”.

“O sistema auxilia a corporação no controle de procedimentos, comportamentos e eventos em áreas eleitas como críticas, empregando tecnologia de análise de conteúdo, possibilitando que uma imagem seja visualizada pelo operador, com monitoramento em tempo integral, e caso exista uma ocorrência em andamento, as viaturas operacionais da GM são deslocadas rapidamente para o local. Mas continuamos buscando recursos junto ao Governo Federal para ampliarmos o sistema LPR e para instalação de outras tecnologias como para vídeos analíticos”, explica o chefe de gabinete da Secretaria de Segurança Pública, Paulo César Belonci. 

De acordo com o secretário municipal de Segurança Pública, Samir Gardini, o local é um centro de inteligência. O sistema de videomonitoramento reduz os índices de criminalidade, oferecendo mais segurança à população, permitindo reconhecer e punir os infratores. Essas câmeras tem a função de dar mais rapidez nas ações de policiamento, tanto para coibir a violência como para maior agilidade em ocorrências. É um trabalho conjunto, com troca de informações, com reciprocidade, dando agilidade ao poder público na área da segurança, envolvendo as polícias Militar, Civil e a Guarda”.

Já Michael Yabuki, comandante da GM, recorda que quando assumiu o comando da corporação, em 2017, somente 6 câmeras estavam em funcionamento. “Conseguimos recuperar algumas e com o apoio de instituições e com recursos próprios do município aumentamos o monitoramento na cidade. É uma grande vitória para a população e para o trabalho dos agentes. Agradeço ao prefeito Airton Garcia e ao secretário de Segurança Pública pela confiança que deposita no trabalho da GM”, finalizou o comandante Yabuki.

Na Base Avançada da GM também é realizado patrulhamento 24 horas por duas equipes. No local funciona uma central de requalificação e formação online para os agentes da corporação e podem ser realizados boletins de ocorrência pela Internet.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo