NESTA SEXTA-FEIRA (13/12) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 – Rua Rui Barbosa (CENTRO/BAIRRO) vELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 kM/H; 

RADAR 2 – Avenida Francisco Pereira Lopes (usp/ shopping) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H; 

RADAR 3 – Rua Miguel Petroni (rodovia/centro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

O Ministério Público Federal, em conjunto com a Polícia Federal (PF), desencadeou nesta terça-feira (26), uma grande operação contra um esquema de fraude na compra de merenda escolar em prefeituras do estado de São Paulo. 240 policiais federais cumprem 27 mandados de prisão e outros 55 de busca e apreensão. Um mandado de prisão e de busca está sendo cumprindo em São Carlos.

Entre outros alvos de busca estão ex-prefeitos de Franca, Cubatão e São Roque. Uma vereadora em Guarujá e os gabinetes das prefeituras de Taquaritinga, Jandira) e Cubatão, em São Carlos os federais não deram detalhes.

As ordens de prisão foram expedidas pela 4ª Vara da Justiça Federal de Ribeirão Preto (SP). Também foi determinado o bloqueio no valor de R$ 2 bilhões em bens dos suspeitos.

A operação Cadeia Alimentar II apura irregularidades em 27 municípios paulistas, mas a polícia afirma que as irregularidades atingiram 50 cidades.

Confira as cidades alvos da operação

Americana: 3 mandados prisão e 3 busca/apreensão;

Atibaia: 1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão;

Campinas: 1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão;

Cotia: 1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão;

Cubatão: 1 mandado de prisão e 4 busca/apreensão;

Franca: 2 mandados de prisão e 3 busca/apreensão;

Garça: 1 mandado de busca/apreensão;

Guarujá: 2 mandados de busca/apreensão;

Itapevi: 1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão

Jandira: 1 busca/apreensão;

Matão: 1 mandado de prisão e 2 busca/apreensão;

Orlândia: 1 mandado de busca/apreensão;

Osasco: 1 mandado de busca/apreensão;

Paulínia: 4 mandados de busca/apreensão;

Praia Grande: 2 mandados de busca/apreensão;

Rio Claro: 1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão;

Santos: 2 mandados de prisão e 2 busca/apreensão;

São Carlos: 1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão;

São Joaquim da Barra: 1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão;

São José do Rio Preto: 1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão;

São Paulo: 3 mandados de prisão e 8 busca/apreensão;

São Roque: 2 mandados de prisão e 3 busca/apreensão;

São Vicente: 2 mandados de prisão e 5 busca/apreensão;

Sorocaba: 1 mandado de prisão e 2 busca/apreensão;

Sumaré: 1 mandado de prisão e 1 busca/apreensão;

Taquaritinga: 1 mandado de prisão e 3 busca/apreensão

Em nota, a PF informou que as medidas executadas nesta terça-feira visam coletar elementos que complementem informações obtidas em colaboração premiada firmada com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF) por dois investigados na primeira fase da operação, deflagrada em abril de 2018. 

De acordo com a PF, os suspeitos responderão pelos crimes de organização criminosa, fraude em licitações, falsidade ideológica, corrupção ativa, prevaricação e corrupção passiva. Somadas, as penas podem chegar a 28 anos de prisão.

 

 

Votorantim: 1 mandado de busca/apreensão.



Comentário(s) 

0
marmita | 26 Novembro 2019
enfelismente em sãocarlos o maior ladrão di marmita num vai ser preso purque o crime ja passou do tempo e ja faiz mais de 10 anos. ficou rico roubano marmita de criança e num acontece nada.