NESTA QUINTA-FEIRA (12/12) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 – Avenida Trabalhador São-carlense (BAIRRO/CENTRO) vELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H; 

RADAR 2 – Avenida Francisco Pereira Lopes (shopping/usp) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H; 

RADAR 3 – Avenida Bruno Ruggiero Filho (bairro/shopping) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

A Polícia de São Carlos irá investigar mais um golpe, desta vez aplicado contra um idoso no bairro Redenção. Os golpistas fingiram ser agentes públicos de saúde e conseguiram subtrair da vítima R$ 1,8 mil.

A filha da vítima foi quem procurou a Polícia e narrou que na quarta-feira (13) uma van com várias pessoas parou próximo à casa do pai, uma das mulheres que desembarcou do veículo alegou ser médica.

A golpista alegou que os demais ocupantes da van eram fisioterapeutas e que estavam ali para levar tratamento gratuito à população. Os golpistas disseram integrar o programa "Médico da Família".

Acreditando na versão relatada, a vítima permitiu que os oportunistas entrassem em sua casa, onde foi questionada se possuía problemas de saúde.

Depois os golpistas começaram a dizer que iriam regularmente ao local para fazer o tratamento necessário, mas que para isso seria necessário realizar um cadastro e confirmar a renda do idoso.

Para a tal confirmação da renda, era necessário alguns dados bancários, os quais foram fornecidos pela vítima que nem desconfiou que estava caindo em um golpe.

Quando a filha do idoso chegou em casa e tomou conhecimento da história, resolveu ligar imediatamente na agência bancária onde o pai tinha conta e constatou uma retirada de $ 1,8 mil. O caso foi registrado no Plantão Policial.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo