NESTA SEXTA-FEIRA (11/10) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1- AV. COMENDADOR ALFREDO MAFFEI, OPOSTO AO N° 4001 SENTIDO CENTRO/BAIRRO VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2- AV MORUMBI, PRÓXIMO AO N° 1416 CENTRO/BAIRRO VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3- AV. GETÚLIO VARGAS, PRÓXIMO AO GINÁSIO MILTON OLAIO BAIRRO/CENTRO VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

 

 

A equipe de investigação do 5º DP identificou o suspeito de ter matado um pedreiro em 19 de janeiro. O suspeito é conhecido como Zé Santista e está foragido.


José Jorge dos Anjos, de 56 anos, foi morto em 19 de janeiro. O crime teria sido cometido por José Sebastião da Silva, 37 anos, que está foragido.

A prisão do suspeito será decretada nos próximos dias. A Polícia já descobriu também que o outro homem que estava com a vítima e que também acabou sendo ferido no braço, mentiu no dia dos fatos.

R.V.S., 39 anos, afirmou no dia do crime que não conhecia o autor das facadas. Os investigadores descobriram que, além de conhecer, ele ainda estava morando no mesmo imóvel onde estava Zé Santista.

R.V.S., deverá ser intimado para dar novas explicações. Os motivos do crime a polícia ainda não sabe, mas suspeita que o golpe não fosse para acertar a vítima.

Na terça-feira (25) algumas testemunhas estiveram no 5º DP e fizeram o reconhecimento fotográfico de Zé Santista. O comerciante, dono do bar onde estavam José Jorge, R.V.S. e Zé Santista, disse que em nenhum momento os três homens se desentenderam dentro do estabelecimento, porém informou que R.V.S. estava alterado devido ao consumo de álcool.

O comerciante viu os três saindo do bar juntos normalmente, depois ele baixou a porta e não viu mais o que aconteceu. Somente após alguns minutos foi informado que José havia sido esfaqueado.

[n]Revide[/]

A Polícia descobriu também que Zé Santista assim que golpeou José, correu e passou pelo filho da vítima pedindo para que ele subisse até a rua perto do bar e ver o que havia acontecido com um homem que havia acabado de esfaquear.

Sem saber que a vítima era seu pai, o rapaz subiu junto com o filho e encontrou José ferido.

Outra descoberta feita pelos policiais do 5º DP é de que R.V.S. foi agredido com uma facada em outra oportunidade por Zé Santista.

O acusado já esteve preso em Franco da Rocha por tentativa de homicídio, ele havia deixado o regime semi-aberto para o aberto em abril do ano passado. Os policiais ainda pretendem ouvir mais algumas testemunhas e pedir a Justiça a prisão temporária do acusado.

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo