Imprimir esta página

Horas após a Federação Internacional de Futebol (Fifa) anunciar, nesta sexta (8), que autorizava que cada equipe realizasse até cinco substituições em um único jogo, o presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), o paraguaio Alejandro Dominguez, publicou em seu perfil particular no Twitter que recebeu “com surpresa essa medida”.

Segundo o dirigente da entidade sul-americana, diante da decisão da Fifa, a Conmebol “convocará um painel de especialistas para analisar e apresentar suas conclusões ao Conselho [da Conmebol], que decidirá sobre a conveniência de adotar [a regra das cinco substituições] nos torneios da América do Sul”.

Segundo a Fifa, a medida temporária vale a partir do dia 1º de junho para os campeonatos com término no dia 31 de dezembro de 2020. A alteração também limita a três o número de paradas para que sejam feitas as cinco substituições durante os 90 minutos de partida.

Aprovada pela Internacional Board (IFAB), órgão que regulamenta as regras do futebol mundial, a mudança busca “o bem-estar do jogador', diz o comunicado publicado no site da Fifa.



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores
e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.