NESTA SEXTA-FEIRA (28/02/2020) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

 

 

.

A final da 51ª da Copa São Paulo de Futebol Júnior será decidida com um clássico estadual.Internacional e Grêmio se enfrentam, às 10h, no estádio do Pacaembu, com transmissão da TV Globo, para o estado do Rio Grande do Sul, do Sportv, da Rede Vida e TV Cultura, para todo o Brasil.

Todas as informações em relação a ingressos serão disponibilizadas nesta quinta-feira (23).
 

Data Horário Local Jogo Transmissão
25/01 10h Pacaembu Internacional x Grêmio TV Globo (somente RS), Sportv, Rede Vida e TV Cultura (Brasil)

O Grenal na decisão da 51ª Copa São Paulo de Futebol Júnior será o nono clássico a decidir o torneio em sua história, o terceiro entre equipes de outros estados e o primeiro entre os rivais gaúchos. Grêmio e Internacional se enfrentam neste sábado, 25 de janeiro, aniversário da cidade de São Paulo, no estádio do Pacaembu.

Rivais históricos e principais clubes do Rio Grande do Sul, Grêmio e Internacional fazem confronto marcado pelo equilíbrio. Entre as equipes principais aconteceram 422 jogos com 156 vitórias do Inter e 132 gremistas, com 134 empates. No ano passado, as equipes viveram a possibilidade de se enfrentarem nas finais da Copa do Brasil e da Libertadores, mas apenas o colorado chegou à decisão do torneio nacional, onde foi derrotado pelo Athletico.

Desta vez o encontro vai acontecer, mas pela Copa São Paulo de Futebol Júnior. Na principal competição de base do Brasil, o time do Beira Rio busca o pentacampeonato, pois já venceu em 1974, 1978, 1980 e 1998. O Grêmio, por sua vez, tenta a conquista de um título inédito. O tricolor foi vice-campeão em 1991 ao ser derrotado pela Portuguesa do craque Dener e que obtém, até hoje, a melhor campanha da história da Copinha.

Terceiro clássico forasteiro
Na nona edição de Copinha com um clássico decisivo, será a terceira vez de um confronto com times de fora do estado de São Paulo. Na primeira ocasião com times de todo o Brasil, Fluminense e Botafogo chegaram à final em 1971, com a taça ficando com os tricolores. Derrotado, o Botafogo tinha em seu time o hoje treinador do Tigres, do México, Tuca Ferretti.

Depois de 25 anos, América e Cruzeiro decidiram o título de 1996, com vitória americana por 2 a 1. Na zaga do time campeão estava o lateral direito Evanílson e o zagueiro William Machado.

Clássicos paulistas
Em outras seis ocasiões a decisão da Copinha foi entre as principais equipes de São Paulo. Na primeira, em 1970, ainda com o torneio tendo apenas quatro equipes, o Corinthians eliminou o Santos antes de ser campeão na decisão contra o Palmeiras, que havia superado o Juventus. Anos mais tarde, em 1984, o time da Vila Belmiro levou a melhor sobre os corintianos sob a batuta de Gersinho para ficar com sua primeira taça.

Na decisão que revelou Rogério Ceni, André Luiz, Jamelli, Silvinho e Marques, entre outros, o São Paulo derrotou o Corinthians em 1993 num jogo eletrizante que terminou 4 a 3. O troco corintiano veio 11 anos depois, com a vitória por 2 a 0 do time que tinha Júlio César, Edson, Wendel, Rosinei, Bobô, Nilton e Jô, diante do time tricolor que contava com nomes como Edcarlos, Alê, Marco Antônio, Aílton e Diego Tardelli.

Em 2010 o time do Morumbi levou a melhor diante do Santos, que vencia o confronto por 1 a 0 até os 40 minutos do segundo tempo. Após gol de Ronielli, o goleiro Richard se destacou nos pênaltis e a taça ficou com o tricolor. Os campeões contavam com o zagueiro Rodrigo Caio, os volantes Casemiro e William Arão e o meia Lucas Moura, dentre outros.

Quatro anos depois, Santos e Corinthians se reencontraram com o time da Vila Belmiro novamente levando a melhor. Na equipe campeã estava o lateral Zeca, que mais tarde ganharia a inédita medalha de ouro olímpica com o Brasil, enquanto Pedro Henrique, que hoje defende o time principal corintiano, esteve naquela decisão.

Confira as decisões de Copinha com clássicos:
 

Ano Campeão Vice-campeão
2014 Santos Corinthians
2010 São Paulo Santos
2004 Corinthians São Paulo
1996 América-MG Cruzeiro
1993 São Paulo Corinthians
1984 Santos Corinthians
1971 Fluminense Botafogo
1970 Corinthians Palmeiras


Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo