NA SEGUNDA-FEIRA (20/01/2020) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - RUA DRº MARINO DA COSTA TERRA – (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 2 – RUA DRº MARINO DA COSTA TERRA (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 3 – RUA RUI BARBOSA (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 KM/H.

Encerrada a terceira fase da 51ª Copa São Paulo de Futebol Júnior nesta terça-feira (14), os números de público nos estádios paulistas estimados pela Polícia Militar são impressionantes. Cerca de 468.976 torcedores prestigiaram a principal competição de base do Brasil que abre o calendário nacional. Destaque para a boa média em Franca.

Com 237 partidas, sendo 235 delas com portões abertos -uma rodada em Marília foi sem a presença de público-, a média da Copinha é de 1.995 torcedores por jogo. O destaque até aqui fica por conta da cidade de Franca, com um total estimado em 53.300 torcedores, atraídos principalmente pela presença do Corinthians.

Sede do São Paulo na competição, São Bernardo do Campo se destaca com o segundo melhor número total: 50.100. No entanto, o jogo com maior público foi no ABC Paulista. No confronto entre o time tricolor e o EC São Bernardo, time da cidade, a Polícia Militar estimou lotação máxima do estádio Primeiro de Maio, com 10 mil pessoas.

Uma das últimas cidades confirmadas, Embu das Artes teve o quarto maior número dessa estimativa. Ao todo, foram 25.280 torcedores até o estádio municipal Hermínio Esposito, que até essa fase não recebeu nenhuma equipe de Série A do Campeonato Brasileiro. Araraquara em terceiro, com 31.941 torcedores e Mauá, com 22.300, fecham o Top 5 da estimativa da PM.

Cidade toda na Copinha
Com trabalho forte no futebol feminino nos últimos anos, a cidade de Bálsamo foi sede da Copinha pela primeira vez na sua história e registrou uma boa presença de público. De acordo com as estimativas da PM, 8 mil torcedores estiveram no estádio Municipal Manoel Francisco Ferreira, ao passo que a população da cidade estimada pelo IBGE é 9.068 pessoas. É como se 88% dos habitantes locais tivessem ido aos jogos da Copinha.

Confira o ranking das cidades com mais público até a 3ª fase da Copinha: 
 
Cidade Público total Jogos Média
Franca 53.300 8 6.662
São Bernardo do Campo 50.100 8 6.262
Araraquara 31.941 9 3.549
Embu das Artes 25.280 8 3.160
Mauá 22.300 7 3.185
Mogi das Cruzes 20.000 8 2.500
Marília 19.700 4 4.925
Jundiaí 18.500 7 2.642
Jaú 16.550 8 2.068
Tanabi 14.000 7 2.000
Barueri 13.914 8 1.739
Taubaté 13.500 7 1.928
Rio Claro 12.900 8 1.612
Suzano 12.300 7 1.757
Diadema 12.100 5 2.420
São Paulo (Nicolau Alayon) 11.400 8 1.425
Itapira 11.335 9 1.259
Guarulhos 11.300 7 1.614
Indaiatuba 10.200 7 1.457
Bauru 9.820 8 1.227
Sertãozinho 9.200 6 1.533
São Paulo (Canindé) 8.814 8 1.101
Osvaldo Cruz 8.300 8 1.037
Itu 8.010 8 1.001
Balsamo 8.000 8 1.000
Osasco 7.500 7 1.071
Guaratinguetá 7.289 7 1.041
Cravinhos 6.800 7 971
Santa Bárbara D'Oeste 4.800 7 685
Porto Feliz 4.053 8 506
Assis 3.380 7 482
Jaguariúna 2.390 6 398
 
 


Comentário(s) 

0
esportista frustrado | 17 Janeiro 2020
E São Carlos deixou de sediá-la, porque o secretário de esportes disse não interessar ao município. Por quê? Não rola jabá?