NESTA SEXTA-FEIRA (13/12) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 – Rua Rui Barbosa (CENTRO/BAIRRO) vELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 kM/H; 

RADAR 2 – Avenida Francisco Pereira Lopes (usp/ shopping) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H; 

RADAR 3 – Rua Miguel Petroni (rodovia/centro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

A Confederação Brasileira de Ciclismo, em parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro, a Federação Paulista de Ciclismo, a Prefeitura Municipal de São Carlos, através da Secretaria Municipal de Esportes e Cultura, com o apoio do Ministério do Esporte, realiza nesta sexta-feira, dia 29 de novembro e no sábado, dia 1º de dezembro, em São Carlos, a partir das 9h, o Campeonato Brasileiro de Paraciclismo de Estrada e CRI 2019. Todas as provas (Contrarrelógio Individual, Team Relay e de Estrada) serão realizadas no Parque Faber-Castell.

Esse é o principal evento do calendário nacional do ciclismo paralímpico e conta com pontos válidos para o ranking nacional e internacional, Classe CN e para o Ranking UCI Classe C2, regida sob o Regulamento CBC/UCI.

Participam das provas 110 atletas do Brasil, Argentina, Chile, Peru e Venezuela. O campeonato soma pontos para participação nos Jogos Paralímpicos do Japão em 2020.

PROVA DE CONTRARRELÓGIO INDIVIDUAL- O circuito da prova será fechado 1 hora antes do início, após esse fechamento, será terminantemente proibido o trânsito de qualquer um dos paratletas inscritos, caso isso venha a acontecer, o mesmo poderá sofrer alguma sanção. Os paraciclistas devem comparecer ao bike check (JIG - Gabarito aferidor de bicicletas), que estará localizado numa área delimitada, próxima a rampa e área de largada, 15 minutos antes de sua respectiva largada. Os clubes/equipes e/ou paraciclistas, são responsáveis por apresentar seu equipamento, bicicleta e roupas de corrida para a verificação no horário previsto.

PROVA DE ESTRADA- O circuito da prova será fechado 30 minutos antes do início, após esse fechamento, será terminantemente proibido o trânsito de qualquer um dos paratletas inscritos, caso isso venha a acontecer, o mesmo poderá sofrer alguma sanção. A área para assinatura de súmulas estará próxima à área de largada, para facilitar o acesso dos paraciclistas para suas respectivas largadas. A assinatura de súmula deverá ser no máximo 15 minutos antes do horário de largada de cada uma das respectivas baterias de prova. Após a largada da primeira bateria, fica proibido o aquecimento no circuito da prova.

PROVA DE TEAM RELAY- A prova será disputada num circuito pré-definido pela organização e cada integrante da equipe fará 3 voltas no percurso, seguindo a ordem de largada estabelecida pela equipe. A ordem de largada dos paraciclistas deve ser definida antes da largada e entregue ao Comissário responsável, não podendo ser alterada durante a prova, sob pena de desqualificação. Os nomes e a ordem de largada dos paraciclistas da equipe devem ser entregues no máximo 1 hora após o término da última prova da Classe H. 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo