NESTA SEGUNDA-FEIRA (17/08) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - AVENIDA COMENDADOR ALFREDO MAFFEI (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AVENIDA DR. HEITOR JOSÉ REALLI (BAIRRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - RUA RUI BARBOSA (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 KM/H.

A equipe de São Carlos terminou a participação na 23ª edição dos Jogos Regionais do Idoso (JORI), realizado em Lençóis Paulista, na 5ª colocação com 78 pontos. A campeã foi Piracicaba com 195 pontos, seguida por Pirassununga com 136 pontos, Botucatu com 123 e Lençóis Paulista com 83.

São Carlos participou com 76 atletas e conseguiu vitórias importantes como o 2º lugar na Malha, 2º lugar no Tênis masculino individual, 2º lugar no Truco, 2º lugar no Vôlei feminino e a comemorada 3ª colocação na modalidade coreografia com a apresentação de “Sou idoso e daí?” que mostrou que independentemente da idade, o idoso deve viver e enfrentar os desafios da idade com alegria, se aceitar, aceitar seu corpo e aproveitar intensamente cada momento.

No Tênis de Mesa feminino, no Tênis de Mesa masculino e na Dama feminino também ficou com a 3ª colocação. Na Dança de Salão, no Tênis masculino e no Tênis de Mesa feminino ficou com o 4º lugar.  No Atletismo masculino, Xadrez masculino e Dominó pontuou na 6ª colocação. A Natação masculina ficou com o 7º lugar.

Os primeiros e segundos lugares de cada modalidade automaticamente estão classificados para os JAI – Jogos Abertos dos Idosos que serão disputados em Jundiaí entre os dias 26 e 31 de outubro de 2019.

 “A alegria e a descontração fazem parte das nossas atividades e com a coreografia não é diferente. Ela mostra a força que essas pessoas têm de enfrentar e tocar a vida para frente sem as queixas da idade. Muito pelo contrário, nós temos que ser aquilo que é, aceitar esse momento da nossa vida com a idade que temos. E viver a vida que resta e ser feliz”, disse Nilva Rodrigues, coordenadora do Centro de Referência do idoso Vera Lúcia Pilla, equipe que apresentou a coreografia.

Para o secretário de Esportes e Cultura, Edson Ferraz, o importante não é vencer, e sim competir e cuidar da saúde. “Fiquei muito contente em ver os atletas dispostos, mostrando que a idade não influencia em nada. O importante é oferecer uma boa estrutura nos centros esportivos e espaços públicos para que o pessoal da terceira idade possa praticar atividades físicas e participar das competições oficiais representando São Carlos”.

O diretor de Fomento ao Lazer da Secretaria de Esportes e Cultura, professor Marcos Amaro, que acompanhou a equipe de São Carlos nos Jogos Regionais do Idoso, acredita que a competição promove a interação, convivência social, estimulando a prática de atividades físicas e, consequentemente, uma vida saudável. “A participação no evento estimula a prática do esporte em uma competição saudável entre as pessoas da terceira idade. Durante os jogos eles se divertem e interagem com participantes de outras cidades”, destacou Amaro, parabenizando a equipe pela colocação final.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo