OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO EM OPERAÇÃO NESTA QUARTA-FEIRA (22/5) NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - Rua Coronel José Augusto de O. Salles (centro/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 2 - Rua Coronel José Augusto de O. SalleS (BAIRRO/centro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 3 – Av. Morumbi (CENTRO/bairro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 kM/H.

O Ginásio Milton Olaio Filho recebeu no último sábado, dia 11 maio, a primeira etapa do Campeonato Paulista de Handebol em Cadeira de Rodas, promovido pelo Departamento de Educação Física e Motricidade Humana (DEFMH) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em parceria com a Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer.

Participam da competição, que tem como objetivo difundir o handebol em cadeira de rodas enquanto modalidade de esporte adaptado a pessoas com deficiência, os times Dragões UFSCar/São Carlos, Leões UFSCar/São Carlos, Guerreiros da Superação de Sumaré, HCR Sorocaba/APS, ADEACAMP The Champions de Campinas e ADEACAMP Novatos de Campinas. Os times se enfrentaram em 11 jogos. Todos os times proporcionaram um show de superação, garra e vibração.

O time Dragões UFSCar/São Carlos reinou absoluto e com uma campanha sólida venceu todos os 8 sets disputados, terminando a competição com um saldo de 33 gols (53 Pró e 20 Contra). O destaque ficou para os goleadores da competição Robelson (25 gols) e Tarcísio (17 gols).

O time Guerreiros da Superação de Sumaré em sua estreia no Campeonato Paulista realizou uma campanha sólida na competição e alcançou a segunda colocação, tendo perdido somente na decisão, após um jogo intenso contra a equipe Dragões UFSCar/São Carlos. O atleta Marcelo figurou no top 4 dos goleadores da competição, com 12 gols.

O time Leões UFSCar/São Carlos também fez bonito e proporcionou um dos jogos mais emocionantes de toda a competição, com direito a decisão de jogo em gol de ouro no set de desempate (após dois sets de 1x0), alcançando um merecido terceiro lugar numa disputa ponto a ponto e segundo a segundo contra a equipe de Sorocaba. O atleta Antonio Carlos figurou no top 5 dos goleadores da competição, com 11 gols.

A competição terá mais duas fases já programadas para o segundo semestre de 2019, quando também acontecem os campeonatos Brasileiro HCR4B (Balneário Camboriú/SC) e o Panamericano.

O secretário de Esportes e Cultura, Edson Ferraz, fez a abertura oficial do evento. “O nosso ginásio está de portões abertos para as mais variadas modalidades. Aqui recebemos futsal, basquete, vôlei, handebol, judô. Não interessa se é uma competição local, regional ou nacional, o importante é oferecer aos atletas um local apropriado para a prática do esporte e também boas atrações para o público”, garantiu Ferraz. 

Modalidade - Esta modalidade de esporte adaptado surgiu na final de década de 1990 como uma forma de recreação e de participação social de pessoas com deficiência nos esportes, tendo suas regras sistematizadas em 2005. Os jogos são disputados em duas variantes: a HCR4, com quatro jogadores em cada equipe e é uma derivação do handebol de areia; e a HCR7, com sete jogadores em cada equipe e que tem como base o handebol convencional.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo