OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO EM OPERAÇÃO NESTA SEGUNDA-FEIRA (20/5) NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - Av.Dr. Heitor José Realli (RODOVIA/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - Av. Francisco Pereira Lopes (USP/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - Av. João de Guzzi x Rua Marcos Vinicius de M. Moraes - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

Para comemorar o Dia da Bocha em São Carlos, será realizado neste sábado, dia 16 de fevereiro, a partir das 9h, um torneio organizado pela Liga São-carlense de Bocha com apoio do vereador Marquinho Amaral (MDB), Secretaria Municipal de Esportes e Cultura (SMEL), através do empenho do secretário Edson Ferraz, e Federação Paulista de Bocha e Bolão (FPBB).

O torneio acontecerá no São Carlos Country Club, gentilmente cedido pelo seu presidente, o empresário Sérgio Ferrão, com 24 duplas participantes, e como forma de confraternização entre os jogadores, serão oferecidos café da manhã, almoço e premiação. 

O Dia da Bocha foi instituído por iniciativa do vereador Marquinho Amaral, onde após apresentar o projeto, foi sancionada a Lei nº 16.721, de 12 de agosto de 2013, a ser comemorado no segundo domingo do mês de fevereiro de cada ano.

Marquinho Amaral ressalta que a Bocha é um esporte que integra diversas equipes das cidades e de toda a região e que deve ser incentivado. "Enquanto estiver na Câmara Municipal, a Liga São-carlense de Bocha pode contar com o meu total apoio", destacou.

Recentemente, Marquinho Amaral destinou uma emenda de R$ 15 mil para a reforma da cancha de bocha do Santa Felícia, denominada Eduardo Almeida, fortalecendo ainda mais o seu compromisso com os praticantes de esportes, principalmente com a Liga São-carlense que tem como presidente Sérgio Roberto de Almeida, o Careca, amigo pessoal do vereador e um grande esportista.



Comentário(s) 

0
Poeta do proletário | 07 Março 2018
Terceirização é a legalização para que o patrão se torne ladrão! Diga não à terceirização! Se terceirização é a solução, terceirize outra profissão, que tal a do juiz, ou outro tubarão, quem sabe um de[...]do ou qualquer figurão, mas não, a corda sempre estoura para o lado do peão!