NESTA SEGUNDA-FEIRA (21/01/19) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 - AVENIDA Trabalhador são-carlense (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - AVENIDA Trabalhador são-carlense (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - Rua Miguel Petroni (CENTRO/RODOVIA) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

 

 

 

Aproximadamente 250 crianças e adolescentes de vários projetos sociais e instituições de São Carlos participaram na última semana, da Pré-Conferência da Criança e Adolescentes. Realizada pela Secretaria Especial de Infância e Juventude, o encontro aconteceu de forma bastante descontraída na sede da Madri Cabrini.

O rapper Renan Inquérito trouxe para a pré-conferência o Sarau Parada Poética. Com microfone aberto para contação de histórias, rap e poemas, a intervenção conquistou os jovens e possibilitou inúmeras manifestações. “O jovem acha que a política e uma coisa muita chata, muito burocrática e se torna um adulto muito alienado. É importante que a gente desperte esse interesse neles ainda na juventude. A ideia é usar o rap e a poesia como uma ferramenta de inserção desses jovens na política”, afirmou Renan Inquérito.

“A Conferência é um momento de discutir as políticas públicas e é preciso trabalhar de forma diferenciada com as crianças e adolescentes. Por isso, convidamos o Renan, apresentamos a eles outras formas de manifestações artísticas e estimulamos a discussão”, contou Tânia Castilho, da Secretaria de Infância e Juventude.

Falando na linguagem deles, várias crianças e adolescentes se manifestaram publicamente. “Gostei muito da apresentação. Faz um adolescente pensar melhor”, disse Jeferson Telino Gradin, de 17 anos. “Hoje, aprendi muitas coisas sobre a sociedade, os caminhos certo e errado com a poesia e o rap”, falou Gabriel Souza Araújo, de 14 anos. “Isso aí inspira a gente. Dá inspiração as crianças ainda mais quem é de 12 para baixo”, contou Vinicius Gustavo, de 12 anos.

A pré-conferência foi um espaço de participação popular na discussão e na construção de políticas públicas voltadas para as crianças e adolescentes nas diferentes áreas. “Nosso objetivo era realmente ouvir os adolescentes, fazer com quer eles trouxessem proposta de ações e políticas públicas do que falta em São Carlos, do que poderia ser melhorado para que eles tenham uma vida melhor”, explicou Tânia Castilho, Diretora de Orçamento da Secretaria de Infância e Juventude.

Para ampliar ainda mais a interação entre as crianças e adolescentes, a Secretaria de Infância e Juventude desenvolveu um aplicativo para “conversar” com esse público. “A gente pensou neste aplicativo porque ele traz a realidade da juventude da nossa cidade, ele é interativo, ele conversa diretamente com os grupos, com as crianças e os adolescentes. Assim estimulamos a participação deles por meio daquilo que eles têm nas mãos: o celular”, explicou Leandro Dantas, Conselheiro Tutelar.

O adolescente César Almeida, de 16 anos, gostou de brincar com o aplicativo e indicar suas necessidades “O aplicativo traz informações necessárias para a nossa participação nesses assuntos públicos. “Brincando” colocamos a nossa opinião”, afirmou ele.

“O adolescente é um ser muito crítico. É dotado de muita crítica, de muita energia, então canalizar essa energia, esse poder de crítica para esse lado da política é bastante importante. Estimular a discussão de políticas públicas voltadas para as crianças e os adolescentes é fazer com que eles se sintam protagonistas e incluídos na sociedade”, concluiu o rapper Renan Inquérito.

Os resultados da Pré-Conferência da Criança e Adolescente serão apresentados na IX Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente que será realizada na quinta-feira (29), às 8h30, no Auditório do SINDSPAM, na rua dos Ferroviários, 81, na Vila Prado. A Conferência é aberta ao público, o credenciamento terá inicio às 8h.

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo