NESTA SEXTA-FEIRA (14/12/18) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 – RUA CORONEL JOSÉ AUGUSTO DE OLIVEIRA SALLES, PRÓXIMO AO SESI - CENTRO/BAIRRO - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 – RUA CORONEL JOSÉ AUGUSTO DE OLIVEIRA SALLES, PRÓXIMO AO SESI - BAIRRO/CENTRO - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3 – AVENIDA GETÚLIO VARGAS OPOSTO AO GINÁSIO MILTON OLAIO FILHO - CENTRO/BAIRRO - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 M/H.

 

 

O São Carlos Clube, por excelência, sempre contou com atletas renomados de diversas modalidades em seu rol de membros. E alguns deles serão homenageados nesta quarta-feira, dia 14, durante a abertura dos 82º Jogos Abertos do Interior, no Ginásio Milton Olaio Filho.

Maria Cleide Patrizi será uma dessas homenageadas. Em 1957, quando São Carlos sediou os Jogos, a atleta do basquete tinha 17 anos e conta que, mesmo morando na cidade, os atletas da nossa delegação ficavam alojados na Chácara Belvedere e o cozinheiro era Zezinho Mariposa. Os atletas só saíam da concentração para os jogos.

Ela lembra ainda que o São Carlos Clube detinha, na época, o melhor time de basquete masculino do Brasil. Piracicaba (nossa eterna rival) ainda estava despontando. Mas após o desfalque de Zé Carlos e Mané, que saíram daqui para o time de Piracicaba, por falta de investimento, um jogo em especial ficou na memória do são-carlense. O time de São Carlos perdia por um ponto para Piracicaba que, após muito enrolar com a bola, marcou dois pontos, passando à frente no placar. Por um erro na súmula, a cidade perdeu os Jogos Abertos daquele ano para Piracicaba. Os ânimos então se alteraram. “A briga foi feia e até a polícia precisou intervir para retirar o prefeito Dr. Alderico Perdigão do Ginásio.”

Os Jogos eram "o evento" da cidade e, como é possível notar pelas fotos, os homens trajavam terno e as mulheres mandavam fazer vestidos novos na costureira para a ocasião. As arquibancadas estavam sempre lotadas. A ex-atleta recorda da Abertura dos Jogos, 61 anos atrás. Inversamente ao que era tradicional, em São Carlos houve a cerimônia de abertura, o juramento o atleta, a entrada do fogo simbólico, acendendo a pira olímpica no Estádio do Paulista. Somente após é que seguiu-se o desfile, ao som da Banda de Fuzileiros Navais do Rio de Janeiro. As delegações em ordem alfabética, desceram a avenida São Carlos em direção à praça Coronel Salles, onde um palanque abrigava as autoridades, dentre eles, o então presidente Juscelino Kubitschek.

Segundo o protocolo de Abertura dos 82º Jogos Abertos, a delegação atual de São Carlos desfilará e, em seguida, cerca de 30 atletas de 1957 desfilarão com uniformes semelhantes aos usados na época. “Estou feliz com a homenagem, pois éramos atletas de alto nível, mas ainda assim, éramos amadores e perdemos muitos atletas para a concorrência por falta de investimento. Hoje é possível sobreviver do esporte e eles merecem nossa torcida.”

 



Comentário(s) 

0
cesar | 25 Dezembro 2017
Projeto para limpar o matagal e lixo, desta cidade que está imunda, ninguém faz. Dá vergonha dessa legislatura, não fiscaliza, produz pouco e só pensam em ser de[...]do, mais 4 anos de atraso.