NESTA TERÇA-FEIRA (22/09) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA COMENDADOR ALFREDO MAFFEI - (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - RUA JOAQUIM RODRIGUES BRAVO (CENTRO/ BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 3 – AVENIDA FRANCISCO PEREIRA LOPES (USP/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

Luiz Gonzaga é o artista homenageado do Festival ChorandoSemParar, que acontece em São Carlos-SP, a partir desta segunda-feira até o dia 15 de dezembro, no ano que marca 3 décadas da morte do maior símbolo da música nordestina. Fiel à tradição de revelar preciosidades da música instrumental brasileira, o Festival joga luz sobre um lado pouco difundido do Rei do Baião: a sua inovação instrumental que introduziu o som da sanfona no cenário do choro carioca, servindo de referência para instrumentistas como Chiquinho do Acordeon, Orlando Silveira, Noca do Acordeon, Sivuca, Hermeto Pascoal, entre outros.

Há um berço comum entre o baião e o choro. O bandolinista Hamilton de Holanda define Luiz Gonzaga como “Chorão do Nordeste”, reforçando os aspectos históricos que levaram o grande instrumentista e compositor pernambucano a transitar livremente entre ritmos variados do sertão nordestino, criando uma fusão natural entre o baião, o maxixe e o choro, e outros gêneros. Foram mais de 50 anos de carreira e 266 discos gravados.

CONVIDADO HOMENAGEADO – OSWALDINHO DO ACORDEON

É também tradição do Festival ter no elenco um convidado homenageado, cuja obra dialoga com o artista que dá nome à edição. O músico carioca Oswaldinho do Acordeon é um mestre moderno do instrumento. Filho de Pedro Sertanejo, precursor do forró em São Paulo, Oswaldinho cresceu tocando muitas vezes ao lado de Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro, entre tantos. Aos 12 anos, já tocava profissionalmente com o pai na gravadora Continental e em diversas casas de forró.

Na carreira, já acumula 24 discos e registra gravações com as principais estrelas da MPB, além de tocar na abertura de shows de All Jarreau, na França. O acordeonista já participou de projetos como Pixinguinha, Free Jazz Festival, Rock in Rio, além de inúmeros festivais na França, Suíça, Nova York e também no Brasil. Oswaldinho do Acordeon é reconhecido mundialmente pelas fusões de estilos musicais em suas obras, além de estar sempre difundindo seu instrumento para a quebra de barreiras culturais.

É esse ambiente musical, com os diversos sotaques brasileiros, principalmente com a valorização do acordeon no choro, a partir da grande herança musical de Luiz Gonzaga, que vai dar o tom do ChorandoSemParar.

Entre os dias 9 e 14 de dezembro, estão programados workshops, oficinas, debates e outras atividades relacionadas ao Choro e à história do artista homenageado. No último dia, 15 de dezembro, artistas convidados se revezam no palco proporcionando ao público 12 horas de música ininterruptas.

SERVIÇO

FESTIVAL CHORANDOSEMPARAR – EDIÇÃO LUIZ GONZAGA: OS CHOROS DO REI DO BAIÃO
LOCAIS: PRAÇA DA XV, TEATRO MUNICIPAL E CENTRO CULTURAL ESPAÇO 7
ARTISTA HOMENAGEADO EM MEMÓRIA: LUIZ GONZAGA
CONVIDADO HOMENAGEADO: OSWALDINHO DO ACORDEON
DATA: DE 9 A 15/12



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo