NESTA SEXTA-FEIRA (13/12) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 – Rua Rui Barbosa (CENTRO/BAIRRO) vELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 kM/H; 

RADAR 2 – Avenida Francisco Pereira Lopes (usp/ shopping) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H; 

RADAR 3 – Rua Miguel Petroni (rodovia/centro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

Entre os dias 25 e 30 de novembro, o Sesi São Carlos realiza a Semana Literária "Diversidade na literatura, na arte e nas rimas". O evento é um projeto cultural de integração de conhecimento através da linguagem artística e acontecerá no Centro de Atividades do SESI de São Carlos, localizado na R. Cel. José Augusto de Oliveira Salles, 1325 - V. Izabel. 

A programação é composta por atividades gratuitas como: oficinas, palestras literárias, feira de troca de livros, feira de economia solidária e criativa, recitais de poesia (com a presença de poetas da região), apresentações teatrais e um sarau. 

A Semana Literária do SESI São Carlos é realizada contando com a parceria de pesquisadores ligados a importantes centros universitários, escritores, um conjunto de jovens artistas e rappers da região, bem como grupos que trabalham com consumo consciente e criativo. O evento pensa assim reafirmar o SESI como um equipamento de cultura que possibilite a troca de saberes artístico, popular e científico. 

"Todas as oficinas e palestras literárias foram elaboradas para auxiliar o público a se lançar no processo de criação." - Afirma Milena de Lima e Silva, Mediadora Cultural do SESI-SP e responsável pela produção do evento. 

Confira a programação completa: 

25 de novembro

segunda, das 18h30 às 20h

Local: Sala de aula do Ensino Médio 

O fado do herói: o que eu preciso para ser autor? - com Lenna Mayara de Barros

A proposta desta oficina gira em torno do debate sobre autoria com a atividade: quem é ou pode ser autor(a)? E a temática será trabalhada por meio da vida e obra de Carolina de Jesus e seu livro Quarto de Despejo.-

 

26 de novembro

terça, das 18h30 às 20h

Local: Sala de aula do Ensino Médio 

Literatura e emancipação na afro-diáspora de língua portuguesa - com Dionísio Pimenta

Através de uma análise comparativa de poemas escritos por afro-brasileiros, angolanos, moçambicanos, cabo-verdianos e são-tomenses, publicados entre os anos 70 e 80, é possível perceber como a cultura foi mobilizada por diferentes atores sociais da diáspora africana por meio da literatura enquanto performance estética de protesto contra o colonialismo e o racismo. Os livros organizados por Mário Pinto de Andrade são Antologia temática de poesia africana 1 e 2 e por Oswaldo de Camargo Antologia de poetas negros brasileiros.

 

27 de novembro

quarta, das 18h30 às 20h

Local: Sala de aula do Ensino Médio 

Ditadura e feminismo: olhares de meninas a reler o Brasil - com Evelyn Mello

Filha de seu tempo, a obra As meninas de Lygia Fagundes Telles desafia os duros tempos de fardas ao entregar sua narrativa a Lia, Lorena e Ana Clara. Contrapondo-se ao discurso oficial de quem ocupava o poder, as três vozes narrativas, desde diferentes classes sociais, revelam os sufocos de ser menina em tempos de repressão. Aqui, a letra, sem dúvida, enfrentou o canhão.

 

28 de novembro

quinta, das 18h30 às 20h

Local: Sala de aula do Ensino Médio 

Processos de escrita poética: cadê a poesia? - com Jéssica Mercado e Anderson Petroni

Partindo da indagação sobre onde podemos encontrar a poesia, os proponentes pretendem trabalhar aspectos formais e de conteúdo poético. Após breve apresentação teórica será proposta a atividade de escrita através da poesia blecaute. Serão utilizados textos de José Paulo Paes, Charles Baudelaire, Fernando Pessoa, Gab Marcondes, Stéphane Mallarmé, além de exemplos de poesia blecaute.

 

FESTA LITERÁRIA

30 de novembro

sábado, das 9h às 18h 

Feira de Troca de Livros

das 9h às 18h | Local: Tenda de Cultura

O SESI disponibilizará um acervo inicial de livros para estimular a troca de livros engavetados, todo o público que frequentar a unidade neste dia poderá trazer seu acervo para troca, e sair com novos livros para leitura.

  

Feira de Economia Solidária e Criativa NuMi-EcoSol UFSCar

das 9h às 18h | Local: Área Externa

A economia solidária aliada à economia criativa são um jeito de estar no mundo e de consumir produtos locais, saudáveis, que não afetem o meio ambiente, que não contenham transgênicos e que não sejam de grandes empresas. Ambas economias representam movimentos que lutam pela mudança da sociedade, num modelo de desenvolvimento centrado na pessoa e construído pela população. A feira a ser realizada no SESI contará com barracas de Alimentação, Artesanato e Alimentos in Natura e Orgânicos.

 

O 'eu' poético no mundo: vivências, reflexões e poesia - implosão da memória que não quer morrer" - com Tadeu Marcato

das 10h às 11h | Local: Área externa

O poeta araraquarense trabalha temas da Poesia, Filosofia e dependência química. 

Tertúlia: Fahrenheit 451 - com Marcos Gigante

das 11h às 12h | Local: Tenda da Escola do Ensino Infantil

Esta será uma atividade de palestra literária basteada no texto de Ray Bradbury.-

 

Compartilhamento de processo: o corpo em foco - com Núcleo teatral do TUSP

14h | Local: Sala de Dança

Com o foco nos corpos, na beleza de sermos quem somos, com todas as nossas formas, idades, tamanhos, cores, sotaques e histórias, o grupo desenvolverá uma experiência estética que reflita sobre preconceitos sofridos pelos corpos que não se encaixam em padrões. O experimento utiliza um misto de linguagens: teatro, dança, música e artes visuais e se assume como inacabado e impreciso.-

 

Teatro Colhendo Memórias - com Cia Cornucópia de Teatro

15h | Local: Tenda de Cultura

A história se passa num dia comum de duas comadres moradoras da antiga colônia do engenho central. Em um determinado momento lembram do BAÚ da Mãezinha, onde estão recordações de um passado cheio de emoções. Entre fotos, enfeites, estandartes vem à tona várias lembranças. Com abordagem artística de cultura popular o espetáculo é indicado para público infanto-juvenil.-

 

Narrando nações pós-coloniais: representações de sujeitos e experiências em romances de Pepetela e Mia Couto - com Dionísio Pimenta

15h30 | Local: Sala de Dança

A palestra fará uma análise dos romances Mayombe de Pepetela e Terra Sonâmbula de Mia Couto a partir das narrativas históricas de construção da identidade nacional por meio das guerras em Angola e Moçambique, notando como a literatura pode ser uma forma de descolonização do poder, do saber e do ser.-

 

Sarau e Batalha de Rimas - com Coletivo Lutarte

das 16h30 às 18h | Local: Tenda de Cultura

Apresentação do coletivo através do Sarau Minas de Ouro seguido por microfone aberto onde poderão ser lidos os textos produzidos nos workshops realizados durante a semana literária. Por fim o coletivo convida a todos para uma batalha de rimas. 

Nossos convidados:

Anderson Petroni - Graduado em Imagem e Som pela UFSCar (2007) e cursa o bacharelado de Filosofia. Trabalha como assistente em administração no Instituto Federal de São Paulo, Campus São Carlos. Tem publicados o livro Pequenos Delitos, pela Editora Patuá em 2013, e mais textos no Caderno-Revista 7faces (Edição 5), na Revista Macondo nº6 e no Portal Cronópios. 

Dionisio da Silva Pimenta - Graduado em Letras Português-Inglês pela UFSCar (2010), mestre em Estudos de Literatura pela UFSCar (2013) e doutor em Sociologia pela UFSCar (2019). Fez estágio de pesquisa durante o curso de graduação na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e doutorado sanduíche no Instituto de Estudos Críticos Caribenhos Avançados da Universidade Rutgers, Estados Unidos. Áreas de pesquisa: literaturas africanas de língua portuguesa e literatura afro-brasileira; nacionalismos africanos; ensino de língua materna (Português) e estrangeira (Inglês); sociologia das representações; estudos culturais, pós-coloniais, decoloniais e da diáspora. 

Evelyn Mello - Graduada em Letras - Espanhol pela Universidade Federal de São Carlos (2007), mestra em Estudos Literários pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2011) e doutora em Estudos Literários - UNESP - Araraquara (2018). Atualmente é Pós-doutoranda em Estudos Literários pela Universidade Federal de São Carlos e atua como professora de língua portuguesa do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura escrita por mulheres, ditadura militar, literatura brasileira, relações de gênero e teoria feminista 

Jéssica Mercado - Graduanda em Letras pela UFSCar, professora de línguas, literatura e poeta. Trabalha ministrando aulas de idiomas português-inglês. 

Lenna Mayara de Barros - Graduanda em Letras pela UFSCar e professora do Colégio Caaso de São Carlos. 

Marcos Gigante – Graduado em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1995), mestre e doutor também em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1999 e 2008). Atualmente é professor titular do Centro Universitário Central Paulista (Unicep) e coordenador do CLiCA (Clube de Literatura, Cinema e Artes do Unicep). Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil Contemporâneo, atuando principalmente nos seguintes temas: memória e história oral.

Coletivo Lutarte - coletivo de cultura popular que atua desde julho de 2018. Surgiu da união de agentes culturais da cidade que realizavam a Batalha do Bicão e Sarais, e que também pretendiam trabalhar com a cultura como uma forma de expressão para além do entretenimento, buscando mobilizar elementos de solidariedade, reflexão e combate às desigualdades. Este coletivo passou a promover o evento “Ocupação Cultural do Bicão” quinzenalmente, aos domingos, no parque do Bicão, eventos culturais com coletivos e ativistas parceiros, rodas de conversas e expressões artísticas pela cidade de São Carlos. A “Ocupação Cultural do Bicão” consiste na “Batalha do Bicão” e no “Sarau Minas de Ouro”, além de outros espaços conjunturais. 

Tusp de Sanca - integrado pelo Teatro da USP, representa um órgão da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão e atua no campo da formação de grupos e espectadores, sempre norteado pelo espírito da extensão, da difusão da cultura e da reflexão estética. 

Clube de Literatura, Cinema e Artes da UNICEP São Carlos - CliCA - Trata-se de um projeto que envolve ensino-aprendizagem, pesquisa e extensão, cujo maior interesse é o cultivo de um amplo repertório que oportunize aos estudantes amplas possibilidades de desenvolvimento educacional e humano, além do prazer que um clube deste gênero pode proporcionar a todos os participantes, assim como à comunidade.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo