OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO EM OPERAÇÃO NESTA QUARTA-FEIRA (22/5) NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - Rua Coronel José Augusto de O. Salles (centro/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 2 - Rua Coronel José Augusto de O. SalleS (BAIRRO/centro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 3 – Av. Morumbi (CENTRO/bairro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 kM/H.

O Festival Multimídia Colaborativo CONTATO está de volta. Com produção da agência Let’s GIG - Booking & Music Services e realização do Instituto CONTATO, apoio institucional da Poiesis, apoio cultural do SESC São Carlos e apoio da Prefeitura Municipal de São Carlos, o evento é gratuito e acontece de 8 a 12 de maio em São Carlos. Sua 11ª edição traz o tema “Fluxos e Fronteiras”, pensado a partir daimportância e resistência da diversidade da arte e dos corpos à margem frente às polarizações do mundo contemporâneo.

De acordo com a produtora Yasmin Bidim, essa edição “propõe a busca pelo encontro com aquilo que não está objetivamente expresso nos discursos e narrativas dominantes. Buscar a subjetividade do movimento, o que acontece entre os lugares comuns, nas suas fronteiras, a diversidade de desejos nas zonas de batalha. 

Olhar a diversidade é justamente reconhecer o desejo do outro, é legitimar outros corpos que não os nossos próprios. A arte emerge do desejo, a cultura é seu manifesto, seu registro, o que permite a criação de sua memória. Abraçar a proposta toda uma micropolítica das fronteiras contra a macropolítica dos grandesconjuntos (Deleuze) é inverter o jogo, é ter no afeto e na intimidade o ponto de partida da revolução.

A multiplicidade de ideia polarizações rígidas. Crer na potência transformadora do fluxo e da troca e dar importância aos diversos existires, é compreender que é no contato entre os corpos que reside o ato da criação.”   

A partir desse conceito e com a premissa de estimular iniciativas culturais de produção, distribuição e exibição independentes, desde 2007 a ideia do festival é trazer para interior paulista representantes de todo o Brasil que atuam sob esta ótica, fator que o tornou nacionalmente reconhecido como principal ponto de encontro entre produtores independentes no interior de São Paulo. 

Com 5 dias de atrações artístico-culturais gratuitas e com público médio de 20 mil pessoas por edição, as atividades são diversificadas entre shows, debates, oficinas, feira e cinema, e realizadas em equipamentos culturais e espaços públicosda cidade.

Com uma programação diversificada e atual, entre as atrações está o cinema negro representado pelas curtas NEGRUM3 e BIXA TRAVESTY, que serão exibidos no Cine UFSCar na quarta-feira (8). 

Para quinta-feira (09) foi desenhada uma programação em parceria com ONOVOLAB, com realização de oficina de fotografia para eventos e shows, seguida de debates sobre produção de imagens e a importância dos festivais para o desenvolvimento local, contando com a participação do Secretário Municipal de Trabalho, Emprego e Renda Walcinyr Bragatto. Na sexta (10), a pauta é o debate entre profissionais de agenciamento de artistas musicais no Sesc São Carlos, sobre temas como curadoria, cultura e política, seguido do show do artista baiano Giovani Cidreira. No final de semana, o festival volta a ocupar o Parque do Bicão com a III Feira de Economia Solidária e Criativa com a oferta de produtos, serviços e alimentação. 

Uma novidade no evento é um dos elementos da cultura Hip Hop, o conhecimento, representado com o Slam das Quebradas, a Batalha do Bicão & Batalha da Alcateia, além das interferências poéticas com os saraus Nó de Verso e Minas de Ouro. 

Outro destaque é a realização de uma Arena Eletrônica no Parque reunindo DJs da região tocando diferentes estilos da música eletrônica. No palco a forte presença feminina na cena musical contemporânea é evidenciada na programação com os shows das cantoras e compositoras negras e baianas Luedji Luna, Larissa Luz e Jadsa, além das paulistanas Papisa e Luiza Lian; e também da big band Nomade Orquestra como apresentação do MIA Apresenta e dos grupos locais Crisale, Pode Avisá e Netvno. 

Para saber sobre a programação detalhada do evento, o público pode acompanhar as redes sociais do Festival CONTATO. 

Abaixo segue a programação completa do 11º Festival CONTATO 

Quarta-feira - 8 de maio

CONTATO e CineUFSCar apresentam Negrum3 e Bixa Travesty

Horário: 19h

Local: Teatro Florestan Fernandes - Área Norte da UFSCar

Evento: https://www.facebook.com/events/854764364863272/

 

NEGRUM3

(Diego Paulino, Brasil, 22')

Entre melanina e planetas longínquos, NEGRUM3 propõe um mergulho na caminhada de jovens negros da cidade de São Paulo. Um filme-ensaio sobre negritude, viadagem e

aspirações espaciais dos filhos da diáspora.

Trailer:

 

BIXA TRAVESTY

(Kiko Goifman, Cláudia Priscilla, Brasil, 75')

Conheça a trajetória da cantora transexual Linn da Quebrada. Acompanhe também a cena musical produzida por artistas trans em São Paulo.

Trailer: https://vimeo.com/251699634

 

Quinta-feira - 9 de maio

Oficina: Fotografia para Shows e Eventos

Ministrante: Paulo Arruda (Luz Vermelha)

Horário: 15h às 17h

Local: ONOVOLAB

 

Debate: A Reprodutibilidade Técnica na Era da Informação

Youtube, VR, AR,... Como a internet e as novas tecnologias têm impactado na forma como reproduzimos arte? Um debate atual sobre a reprodutibilidade técnica, de Walter Benjamin, as novas formas de produção, compartilhamento e fruição.

Participantes: Hygor Beltrão e Anderson Criativo

Horário: 17h30 às 19h

Local: ONOVOLAB

 

Debate: Festivais como vetor de desenvolvimento local

Participantes: Walcinyr Bragatto (Secretário Municipal Trabalho Emprego e Renda), Daniel Moreira (DTrip), Ricardo Rodrigues (Festival CONTATO)

Horário: 19h30 às 21h

Local: ONOVOLAB

 

Festa

DJ Gemini, DJ Carol Pantoja e VJ Ya b.dealer

Horário: a partir das 21h30

Local: ONOVOLAB

Sexta-feira - 10 de maio

 

Reunião de Profissionais de agenciamento de artistas musicais

Horário: 10h

Local: SESC - Sala multiuso (Acesso restrito a convidados)

Debate - Cultura e Política | Fluxos e Fronteiras

Mesa de discussão sobre como política e os movimentos artísticos e culturais se organizam e dialogam com os questionamentos do tema do Festival CONTATO deste ano, “Fluxos e Fronteiras”.

Convidados: Dani Ribas (DATA SIM), Kátia Abreu (Dia da Música), Djalma Nery

Horário: 14h

Local: SESC – Teatro

 

Debate - Curadoria no mercado da música contemporânea

Discussão sobre as diversas propostas curatoriais de importantes espaços e programas da cena da música contemporânea. Como relacionar os perfis de público, espaço, recursos e objetivos de longo prazo.

Convidados: Fabrício Nobre (Grupo Vegas / Festival Bananada), Alexandre Matias (Curador de Música do Centro Cultural São Paulo / Trabalho Sujo), Fernanda Fado (Poeisis / Oficinas Culturais).

Horário: 16h30

Local: SESC - Teatro

 

Show com Giovani Cidreira

Após 2 anos de seu primeiro álbum solo, “Japanese Food”, o músico baiano Giovani

Cidreira vem se preparando para uma nova fase na sua carreira com o lançamento de sua “Mixtake/Mistake”, que dá uma boa amostra do que virá a ser seu 2º álbum, “Nebulosa Baby” com previsão de lançamento para agosto. De sonoridade mais minimalista e contemporânea, busca fundir o indie e o hip hop à tradição cancional brasileira, com letras e temas como liberdade, amor, violência, racismo e a solidão do jovem negro.

Evento: https://www.facebook.com/events/2647180175323368/

Horário: 20h

Local: SESC - Galpão. Retirada de ingresso limitada a 2 por pessoa, com 1 hora de

antecedência.

Lugares Limitados - Grátis

Sábado - 11 de maio

Local: Parque do Bicão (Parque Veraldo Sbampato)

Oficina Dança e Acrobacia

A oficina “Dança e Acrobacia” será sob orientação dos instrutores Marcio Antunes e Miguel

Cossio, integrantes do Retalho Coletivo. O objetivo é desenvolver experiências acrobáticas

a partir da improvisação em dança-teatro. Ofertadas a todas as pessoas a partir dos 12

anos de idade, a ideia da oficina é passar por um processo de montagem de uma

coreografia, referenciada com a ajuda e monitoria dos alunos da turma de acro-dança do

Retalho Coletivo, ministradas pelos mesmo instrutores aos sábados das 9h às 11h na Teia

 

Casa de Criação, sede do Retalho Coletivo.

Ministrante: Retalho Coletivo

Horário: 9h às 11h

Local: Teatro de Arena

 

III Feira de Economia Solidária e Criativa de São Carlos

A Feira reúne empreendimentos e empreendedores que se organizam através da economia solidária e criativa. Desde alimentação, passando por vestuário, jardinagem, terapias holísticas, a Feira é uma oportunidade de comercialização e de contato com os produtores, de conhecer a origem do produto e de comprar de quem faz.

Horário: 10h às 22h

Local: Quadra Poliesportiva

 

Canto de Contato

“Conte-me uma história/ Conto-te um poema”. De maneira profunda e sensível, propõe a

vivência artística como matéria para construção de um ambiente necessário para que

pessoas teçam palavras, sentidos e significações.

Performer: Tereza

Horário: 16h30 às 18h

Local: Marquise do Bicão

 

Interferências Poéticas

Os coletivos Sarau Nó de Verso e Sarau Minas de Ouro convidam poetas e poetisas para

interferirem na programação do CONTATO com seus poemas. As interferências

acontecerão ao longo de todo o dia.

 

Horário: a partir das 16h

PALCO CONTATO

16h45 - Netvno (Araraquara)

18h15 - Jadsa Castro (Salvador)

19h45 - Luiza Lian (São Paulo)

21h30 - Luedji Luna (Salvador)

PALCO ARENA ELETRÔNICA powered by MIAU & KZULO

16h - Xad (Araraquara)

17h - Fortunato (Araraquara)

18h - Pérola Branca (Franca)

19h - El Peche (São Paulo)

20h30 - Lady Slama (São Paulo)

21h30 - Underline (São Carlos)

+ Performance Casixtranha

Domingo - 12 de maio

Local: Parque do Bicão (Parque Veraldo Sbampato)

 

III Feira de Economia Solidária e Criativa de São Carlos

 

A Feira reúne empreendimentos e empreendedores que se organizam através da economia

solidária e criativa. Desde alimentação, passando por vestuário, jardinagem, terapias

holísticas, a Feira é uma oportunidade de comercialização e de contato com os produtores, de conhecer a origem do produto e de comprar de quem faz.

Horário: 11h às 22h

Local: Quadra Poliesportiva

 

Oficina de Tecido Acrobático

Atividade que trabalha com resistência e força através da plasticidade do equipamento,

maleável ao corpo de cada participante. O tecido aéreo ajuda na superação dos limites

físicos e psicológicos, como o medo de altura e a capacidade de ficar de ponta cabeça. É

um aparelho que desenvolve o centro do corpo (core), força dos braços e flexibilidade.

Ministrante: Cia Picadeiro Fora da Caixa

Horário: 11h às 12h30 e 15h às 16h30

Jam CONTATO Improvisação

O termo Jam significa Jazz After Midnight (jazz depois da meia noite). Era o momento em que os músicos se reuniam após os shows para improvisar.

Jam de Contato Improvisação é um ambiente para a experimentação de diferentes

possibilidades de dança, de escuta, de exercícios de técnicas, de cuidado e diversão sem

uma coordenação explícita e sem lideranças.

Facilitadora: Mylene Corcci (Retalho Coletivo)

Horário: 16h às 19h

 

Interferências Poéticas

Os coletivos Sarau Nó de Verso e Sarau Minas de Ouro convidam poetas e poetisas para

interferirem na programação do CONTATO com seus poemas. As interferências

acontecerão ao longo de todo o dia.

 

Horário: a partir das 16h

PALCO CONTATO

16h - Crisale (São Carlos)

17h30 - Papisa (São Paulo)

19h - Nomade Orquestra (São Paulo)

21h - Larissa Luz (Salvador)

PALCO ARENA Poética

16h45 - Slam das Quebradas

18h15 - Batalha do Bicão & Batalha da Alcatéia

18h15 - Pocket Shows com MCs de São Carlos

20h - Pode Avisá (São Carlos)



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo