NESTA SEXTA-FEIRA (21/6) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - Rua AVENIDA FRANCISCO PEREIRA LOPES (USP/SHOPPING) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (SHOPPING/BAIRRO) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

O mito em sua acepção original é um enredo dramático que encena a história de um povo, não apenas de maneira narrativa, mas em todo seu conjunto de afetos, lugares e conflitos. O recital de violoncelo Cello Mythos, com Willian Teixeira, que será apresentado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) no próximo dia 23 de abril, faz justamente isto ao dramatizar o violoncelo em suas possibilidades de sons e gestos.

O espetáculo, que tem início às 20 horas no Teatro Universitário Florestan Fernandes, na área Norte do Campus São Carlos da UFSCar, traz um repertório selecionado que abarca um amplo espectro histórico, do século XVIII até a música atual, com peças de compositores atuais entremeando os movimentos da Suite n.º 4 de J. S. Bach. Além do compositor alemão, serão tocadas peças de Gyorgy Kurtág, B. A. Zimmermann, Rogério Costa, Roberto Victório, além de uma estreia de Silvio Ferraz.

Além do recital, William Teixeira, que é docente da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), realiza a palestra "Cellos Mythos: o conceito de mito e a construção de um repertório", às 14 horas, no Auditório 2 da Biblioteca Comunitária (BCo), também na área Norte. O objetivo do evento é articular o conceito de Mythos, termo grego utilizado por Aristóteles para denominar o enredo de uma manifestação dramática, com a construção de um espetáculo no qual peças contemporâneas são enxertadas em meio ao barroco de Bach, superando divisões históricas e adentrando um campo de relações afetivas. Serão expostos aspectos conceituais e analíticos das peças que serão tocadas, possibilitando uma visão mais aprofundada do conteúdo de cada uma e, ao mesmo tempo, uma compreensão do que une manifestações tão díspares.

Os eventos, promovidos pelo Coordenadoria de Cultura (CCult) da Pró-Reitoria de Extensão (ProEx) e pelo curso de Licenciatura em Música da UFSCar, são gratuitos, abertos ao público e sem necessidade de inscrição prévia.

Sobre o palestrante

Willian Teixeira é bacharel em Música com habilitação em violoncelo pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), especialista em Teologia Bíblica pelo Centro Presbiteriano de Pós-Graduação "Andrew Jumper", mestre em Música pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) com pesquisa na Paul Sacher Stiftung (Suíça) e doutor em Música pela Universidade de São Paulo (USP) com pesquisa na Akademie der Künste (Alemanha). Pesquisa as relações entre a retórica e a música contemporânea a partir do referencial das neorretóricas do século XX. Ao violoncelo, já atuou como solista frente a grupos como Orquestra Sinfônica da Unicamp, Orquestra Sinfônica de Rio Claro, Orquestra de Câmara da USP, USP-Filarmônica, Fukuda Cello Ensemble e Camerata Madeiras Dedilhadas UFMS. Tem desenvolvido trabalho dedicado à interface entre aspectos teóricos e práticos da música contemporânea, tendo estreado dezenas de obras de diversas gerações de compositores brasileiros.



Comentário(s) 

0
Aécim Pódemais | 11 Maio 2018
Esse tipo de coisa em época de eleição , fica sob suspeita , afinal já tem a área? quantas unidades vão ser disponibilizadas? vai ser entregue antes das eleições qual o custo e os critérios para adquirir o imóvel, ou vai ser como a PROHAB que usou um plano do governo federal para tentar emplacar candidatos a vereador , vamos ficar atentos pois nessas épocas ate boi voa.