Imprimir esta página
A partir da adaptação do conto “Kótin, o provedor, e Platonida”, do escritor russo Nikolai Leskov, nasceu o espetáculo ferramentas da casa quebrada, do grupo teatral Fora do sériO. O público poderá assistir à peça na próxima quarta-feira, 27 de março, às 19 horas, no auditório Fernão Stella de Rodrigues Germano, no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos.
 
Os ingressos são gratuitos e serão distribuídos no saguão do auditório uma hora antes do início do evento. Na noite anterior, o grupo fará a apresentação no Teatro Municipal da cidade a partir das 20 horas.
 
Após um ano em cartaz com sucesso de público, o espetáculo foi contemplado em um edital do Programa de Ação Cultural (ProAC) Circulação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e será exibido em seis cidades durante o primeiro semestre de 2019. Segundo o grupo, a contundência da narrativa escrita no século XIX por Leskov ainda reverbera nos tempos atuais. Temas como violência contra a mulher e hipocrisia social são trazidos à tona no conto e no espetáculo, que não é recomendado para menores de 14 anos.
 
“A arte e o teatro têm a função de agregar socialmente, para que as ideias sejam compartilhadas, experiências coletivas sejam vividas e as pessoas troquem reflexões sobre as questões atuais”, explica Miriam Fontana, atriz e produtora do espetáculo. Na segunda-feira, dia 25, Miriam realizará um encontro artístico com roda de conversa no Senac, às 19 horas. Os interessados podem comparecer no dia, local e hora marcados para participar gratuitamente e conhecer a linha de pesquisa adotada pelo grupo para a criação do espetáculo.
 
Com direção de Jonas Golfeto, direção musical do maestro Sergio Alberto de Oliveira e tendo como figurinista Dino Bernardi, a peça conta com a desenvoltura de três atrizes: Isabela Graeff, Míriam Fontana e Renata Martelli. Elas se revezam como narradoras e como personagens, em um jogo teatral instigante aliado à expressão musical e corporal.
 
Para que o projeto seja o mais democrático possível e esteja ao alcance de todos os públicos, o grupo oferece um vídeo com a contextualização do espetáculo na Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), que pode ser assistido antecipadamente por pessoas com deficiência auditiva, contextualizando-as para vivenciar a apresentação no dia do espetáculo. O vídeo pode ser solicitado por meio de contato nas redes sociais do grupo ou pelo link: http://bit.ly/emlibras
Fora do SériO – Fundado em 1988 na cidade de Campinas, o grupo está sediado em Ribeirão Preto desde 1991 e preza pela ousadia por meio da mescla de linguagens e a presença em espaços variados, tais como palco, teatro de arena, rua, ambientes alternativos, buscando a expressão e a comunicação contemporânea.
 
O trabalho do Fora do SériO foi fortificado principalmente pelo estudo da commedia dell’arte – movimento teatral popular apoiado na força do ator, na utilização de máscaras teatrais, na improvisação e interação com o espectador, na presença da música executada ao vivo e na expressividade do corpo. Essas qualidades estão presentes até hoje nos espetáculos do grupo. 
 


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores
e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.