NESTA SEGUNDA-FEIRA (26/08) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - Rua José Bonifácio x Rua 1º de Maio (CENTRO/bairro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - Avenida Morumbi (CENTRO/bairro) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3 - Avenida Getúlio Vargas (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

 

O pianista Christoph Jahn e o percussionista Renato Nunes Moraes tocam blues e jazz no Projeto Tom Maior do Centro Cultural da USP-São Carlos neste sábado, dia 2 de julho, em duas sessões: às 18 e 19h30, no Auditório do Centro Cultural. No repertório, Scott Joplin, Christian Willisohn, Arery Parrish, Chick Corea, M. L. Lewis, A. Ammons, entre outros.

Christoph Jahn

Nasceu em Leipzig, Alemanha, em 1983. Cresceu em contato com a música; seu pai, Thomas Jahn, estudou piano na Faculdade de Música de Leipzig e tocava em uma banda, o que fez com que Christoph se apaixonasse pelo piano.

Aos 13 anos teve sua primeira experiência como músico; passou a fazer parte de uma banda e começou a adquirir experiência diante da plateia. Dois anos depois conheceu a música de Christian Willisohn, famoso compositor de Blues e Boogie; desde então, dedica-se ao estudo e interpretação desses gêneros musicais, tendo, entre seus favoritos, Chick Corea, Dave Brubeck e Albert Ammons. Christoph mudou-se para o Brasil em 2010 - estudou Matemática na USP de São Carlos -, país que escolheu pelo seu povo, famoso por ser amante da boa música.

Maior cidade da antiga Alemanha Oriental no século XVIII, Leipzig ficou conhecida como um centro cultural ligado ao movimento de literatura classicista, que incluía, também, Schiller e Goethe. Em 1842-1843 Felix Mendelssohn fundou o Conservatório de Música, que se transformou numa das academias musicais mais conhecidas do mundo. Assim, no século XIX, Leipzig tornou-se um importante centro para a música europeia, onde compuseram vários músicos ilustres, como Johann Sebastian Bach, que foi cantor na Igreja de St. Thomas até ao seu falecimento, Robert Schumann e Richard Wagner. A Orquestra Gewandhaus de Leipzig é uma das mais antigas do mundo.

Renato Nunes Moraes

Nasceu em São Sebastião do Paraíso, Minas Gerais, em 1993. Seu primeiro contato com a música e com instrumentos musicais deu-se ao assistir uma banda tocar em sua cidade natal; desde então passou a se interessar por música.

Começou a praticar violão aos nove anos através de revistas e, logo em seguida, violão clássico em uma escola de música. Aos 14 anos montou sua primeira banda de rock e teve aulas de teoria musical e guitarra com Cássius Bonfim. Um ano depois, junto com amigos, formou a banda "ZAP", da qual ainda faz parte, tocando clássicos do rock e blues, como B.B. King e Chuck Berry. Fez diversas apresentações pelos Estados de Minas Gerais e São Paulo. É freelancer como percussionista, baixista e guitarrista.

O evento é gratuito e conta com apoio do Fundo de Fomento às Iniciativas de Cultura e Extensão Universitária.

Acesso ao Centro Cultural da USP pela Rua Dr. Carlos Botelho, 1465.

Mais informações:

Tel.: (16) 3373-8027 e 3373-9106

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo