Nesta sexta-feira (17/11), os radares móveis estarão nas seguintes vias: 

RADAR 1 – Av. Morumbi (Centro/Bairro) velocidade máxima permitida de 50 km/h; 

RADAR 2 – Av.Dr. Heitor José Realli (Rodovia/Bairro) velocidade máxima permitida de 60 km/h; 

RADAR 3 - Av.Dr. Heitor José Realli (Bairro/Rodovia) velocidade máxima permitida de 60 km/h.

Um funcionário de 23 anos de uma empresa de logística morreu asfixiado ao ser coberto por açúcar durante o trabalho, na noite de quinta-feira (14), em Itirapina (SP). A Rumo lamentou a morte e abriu sindicância para apurar o caso.

Segundo um colega de trabalho da vítima que preferiu não se identificar, Ademir dos Santos Bonfim trabalhava na empresa há três anos e atuava como tombador. Ele tentava desentupir um buraco de passagem de açúcar quando ficou completamente coberto pelo material.

Socorro

Os colegas de trabalho socorreram Bonfim, que ficou cerca de 10 minutos coberto pelo açúcar. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas o rapaz morreu a caminho do hospital.

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Rio Claro e depois seguirá para Itirapina para ser velado e enterrado.

A delegada regional do Trabalho de São Carlos, Consuelo Coelho de Lima, afirmou que vai enviar um fiscal à empresa para averiguar o local. Se durante a fiscalização ficar comprovado que a empresa foi omissa ou contribuiu de alguma forma para o acidente, ela pode ser penalizada.

Empresa se posiciona

 

Em nota, a Rumo lamentou o acidente e disse que está prestando assistência à família da vítima. Informou ainda que abriu uma sindicância para apurar o acidente.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo