Nesta sexta-feira (17/11), os radares móveis estarão nas seguintes vias: 

RADAR 1 – Av. Morumbi (Centro/Bairro) velocidade máxima permitida de 50 km/h; 

RADAR 2 – Av.Dr. Heitor José Realli (Rodovia/Bairro) velocidade máxima permitida de 60 km/h; 

RADAR 3 - Av.Dr. Heitor José Realli (Bairro/Rodovia) velocidade máxima permitida de 60 km/h.

A Prefeitura de São Carlos, por meio das secretarias municipais de Transporte e Trânsito e Comunicação, com apoio do Centro do Professorado Paulista (CPP), realiza nesta segunda-feira (18), a partir das 9h, no CAIC, na avenida Regit Arab, no Cidade Aracy, a abertura oficial da Semana Nacional do Trânsito, com o tema: “A Rua é de Todos. A preferência é do Pedestre”.

As ações desenvolvidas durante a Semana, que se estende até o dia 25 de setembro, têm a proposta de conscientizar, motoristas, motociclistas e ciclistas de que a rua é um lugar de todos, inclusive de travessia de pedestres, sendo, portanto, necessário obedecer à sinalização de trânsito e respeitar a faixa de pedestres.

A campanha vai orientar por meio da distribuição de 4 mil panfletos que quando você se aproximar com seu veículo da faixa e não houver semáforo, a preferência é para quem anda a pé. As ações de educação no trânsito também terão como público alvo os pedestres para que usem a faixa para atravessar a rua. Quando houver semáforo, o pedestre deve esperar a luz vermelha acender para os veículos, quando não houver, deve dar sinal e esperar os veículos para só então atravessar.

A Semana Nacional de Trânsito é comemorada anualmente entre os dias 18 e 25 de setembro. Este ano o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) definiu como tema a ser trabalhado pelos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito e pela comunidade “Minha Escolha faz a Diferença no Trânsito”.

A Semana Nacional do Trânsito está prevista pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), e tem a finalidade de sensibilizar a sociedade para que assumam o compromisso e somem esforços com o poder público para preservar vidas. 

“Devemos focar no desenvolvimento de valores, posturas e atitudes, no sentido de garantir o direito de ir e vir com segurança, utilizando todos os meios e equipamentos disponíveis para prevenir acidente”, afirma o secretário de Transporte e Trânsito, Coca Ferraz.

De acordo com o Contran, o ator do trânsito deve ser tratado como alguém que tem o poder de decidir o seu destino e que é o responsável pelas próprias ações e sofrerá as consequências de suas escolhas. Assim, o tema de 2017, possibilita realizar ações focadas em todos os integrantes do trânsito (pedestres, ciclistas, motociclistas, passageiros e condutores).



Comentário(s) 

0
cesar | 16 Setembro 2017
Então deveria mudar o sistema de coleta de lixo, profissionais subindo e descendo no caminhão molhado de "resíduos" de lixo, contrariando totalmente o código de trânsito. E ainda querem ter a moral de multar, vereador preocupado com multas em local fechado e particular.