Av. João de Guzzi
(sentido Bairro/Centro)
60 km/h
Rua Ray Wesley Herrick
(sentido Centro/Bairro)
50 km/h
Rua Ray Wesley Herrick
(sentido Bairro/Centro)
50 km/h

O Ambulatório Médico de Especialidades (AME) é um assunto que está encalacrado. Paga-se aluguel há anos e a inauguração não acontece. Agora, o secretário Caco Colenci traz uma situação preocupante. A Prefeitura quer convencer o Estado que o AME está em local inadequado.

Fala

A fala do secretário aconteceu durante audiência pública da saúde na manhã desta quarta-feira. Ele revelou que a Prefeitura vai conversar com o Estado com o objetivo de mostrar que o prédio é inadequado.

Quem paga?

Vale escrever que o aluguel de R$ 39 mil é pago pelo Estado e a Prefeitura encasquetou que o lugar é inadequado. Tudo bem. E se o Estado desistir de abrir o AME em São Carlos? não é pior para a saúde municipal?

Falando Nisso

Essa coluna aqui e mais um monte de gente, sempre disse que esse AME estava no lugar errado, mas ninguém nunca quis ouvir...

Falando Nisso II

E tem mais, apesar de acharmos que o local era inapropriado, o Governo do Estado achou que não era, então deixe ele montar o AME onde quiser oras bolas

Dúvida

Quem fiscaliza o Governo do Estado de São Paulo? A pergunta se dá pelo seguinte motivo. O governo vem jogando dinheiro no ralo pagando aluguel do prédio do “futuro” AME de São Carlos que não funciona, ou melhor, não existe.

Dúvida II

Mesmo aqui em São Carlos que tá cheio de gente que enche o MP com denúncias, ninguém cutuca essa ferida dos valores pagos ao dono dos prédios. Interessante não?

Nas redes

A UFSCar passou a ser criticada esta semana nas redes sociais, por conta de uma obra faraônica que há bastante tempo está parada. A construção de um centro de convenções.

Nas redes II

Um vídeo divulgado mostra os trabalhos parados e muito material de “valor” sem uso. E aí, UFSCar? a palavra é com vocês.

Bom exemplo

A Associação dos Moradores do Jardim Araucária em São Carlos realizou no último sábado (18) um trabalho de limpeza de algumas áreas públicas do bairro. Voluntários iniciaram a limpeza por volta das 6hs e só terminaram às 18hs.

Bom exemplo II

Antes da limpeza voluntária, a associação fez um pedido para a Prefeitura Municipal em outubro/2016. Posteriormente foram  várias solicitações sem sucesso. Como a Prefeitura Municipal não tomou  atitude, coube a associação organizar e realizar no último final de semana, um mutirão com a participação dos moradores.

Atento

Leandro Guerreiro disse na sessão de ontem que o Governo Federal mandou uma verba de R$ 1,5 milhão para tratar da campanha de combate a Dengue na cidade. R$ 294 mil para tratar da campanha do IST.

Atento II

Com a Dengue já foram gastos R$ 238 mil até agora, “a gente não viu um mutirão na rua,, catando o lixo da cidade, só vimos gastos com publicidade”.disse o parlamentar. Do dinheiro das IST, já foram gastos R$ 120 mil. “Não tem palestras nas escolas para orientar os adolescentes sobre infecção sexual”, advertiu. É dinheiro da população!

Não posso mais ir a restaurantes

O vereador Paraná Filho provocou risos das pessoas que estavam no plenário da Câmara ao se referir os seus hábitos alimentares. O parlamentar fazia críticas ao chefe de gabinete da Procuradoria Geral do Município, Ademir Souza e Silva, devido a demora em resolver graves problemas hoje enfrentado pela Administração, quando soltou a seguinte frase:

Não posso mais ir a restaurantes II

“Eu estou almoçando em casa, não estou indo em restaurante mais porque não aguento mais (cobranças)” . Tadinho do vereador não?

Quem é arbitrário?

A juíza Gabriela Muller Carioba Attanásio, da Vara da Fazenda Pública de São Carlos, manifestou-se a respeito da indicação de Kheyder H.A.R.P. Loyola como o auditor indicado pela Prefeitura para atuar na Santa Casa.

Quem é arbitrário II?

 “Vê-se, então, que a pessoa que vai auditar e conferir os casos de urgência e emergência deve ser agente do município e, pelo que se tem conhecimento, o senhor Kheyder não é agente público, devendo o município, então, apontar qual a relação de direito administrativo dele com a municipalidade, juntando eventual portaria, bem como de outros eventuais servidores que irão acompanhá-lo ou substituí-lo”.

Quem é arbitrário III?

A juíza Gabriela ainda despacha: diz que a decisão da Santa Casa de impedir o acesso de Kheyder ao hospital não se mostrou “aparentemente, arbitrária”. “Além disso, a sua interferência deve se dar no limite do acordado, ou seja, para auditar e conferir os casos relativos às urgências e emergências e não para intervir de uma maneira geral na entidade, pois isso não é objeto da ação”.

Aniversário

E amanhã, dia 23 de fevereiro, é aniversário de um mês de fechamento da UPA Santa Felícia. De presente ao povo fica filas e mais filas na única UPA (Vila Prado) que ainda funciona. Parabéns Secretaria Municipal da Saúde.

Até sexta-feira

 

A teimosia transforma as grandes barreiras em pequenos obstáculos e constrói os grandes vencedores. (Albertino Fernandes). Fale conosco: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Comentário(s) 

+8
cesar | 24 Fevereiro 2017
Me respondam, quando o novo prefeito vai assumir, 2 meses e nada. Esmola do Damha para "tapa buracos", limpeza pública quem quer faça. O deslumbre com o poder é terrível. Estou torcendo por você prefeito, assuma e cuide da cidade.
+10
oráculo político | 24 Fevereiro 2017
Dizem por aí que a chefe de gabinete do SAAE é amiga do Rubinho. Será que o Marchezin aceitou essa imposição? No SAAE há muita gente capaz para exercer o cargo. A solução caseira seria mais barata.
+7
Amai-vos | 23 Fevereiro 2017
Considerando que o AME nunca existiu, e que já foi gasto mais de MILHÃO em aluguel, o melhor é desistir mesmo e parar a sangria do NOSSO dinheiro. Afinal, moramos no Paraná? Assim, pelo menos investigariam quem enriqueceu as custas do povo.
+13
FALANDO NISSO...... | 23 Fevereiro 2017
De onde saiu a Chefe de Gabinete do SAAE? É conhecida de algum político amigo do Prefeito????????
+14
BOM EXEMPLO | 23 Fevereiro 2017
Quando a população , faz o que a prefeitura deveria fazer , a prefeitura fica esperando que a população continue a fazer!!!!!!!
+14
Marcia | 23 Fevereiro 2017
Já que o governo recebeu 1,5 milhão para a campanha contra a dengue aonde está esse dinheiro? já que o próprio secretario disse em entrevista a EPTV que está faltando agentes e não pode contratar por falta de verbas? Acho que tem algo muito errado nesta história.
+10
Omissão | 22 Fevereiro 2017
Gostaria de saber a razão desta coluna não ter se manifestado sobre os protesto contra o vereador Leandrinho World Mimimi. Cadê a imparcialidade? Vergonha.
+20
Que dó, que dó | 22 Fevereiro 2017
Nobre vereador, não quer ser cobrado, vai catar latinha na rua!!!
Judiação esta almoçando em casa e quem mora longe do trabalho e tem um vale refeição, primeiro ridículo, não era aceito e toda papagaiada que todos já sabem e agora inexistente, vai de marmitão?
Mais um para o time dos mediocres...
+21
Aécim Pódemais | 22 Fevereiro 2017
A Prefeitura quer convencer o Estado que o AME está em local inadequado.Pelo amor de Deus só um completo imbecil vê que aquele lugar nunca foi apropriado , depois vão reclamar do trânsito no local da falta de estacionamento na região e blá blá blá .Gente que enche o MP com denúncias, ninguém cutuca essa ferida dos valores pagos ao dono dos prédios. Interessante não? pois é não se esqueçam que a turma que saiu são tucanos e como dizem, em Brasilia MP para tucano é Meu Parceiro.
+21
Morador | 22 Fevereiro 2017
Em época de crise, podemos dizer q esse dono do imóvel do fantasma AME, é um sortudo!
Mas politica é assim, veste um santo pra despir outro...lamentável pra nossa cidade , mas infelizmente
na gestão passada, muitos "amiguinhos" do maestro, hj são os novos emergentes , a custa dequê ? Um dia saberemos.