NESTA SEXTA-FEIRA (15/12) RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 – RUA LOURENÇO INNOCENTINI (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 – RUA DOUTOR MARINO DA COSTA TERRA (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;  

RADAR 3 – RUA DOUTOR MARINO DA COSTA TERRA (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

Paulo Altomani propaga aos quatro cantos que criou a Secretaria da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida. No papel! Na prática criou a Secretaria Enceradeira. Para os mais novos que não lembram como funciona uma enceradeira, é mais ou menos assim: ela gira, gira e não sai do lugar, caso não tenha a tração humana. Essa secretaria será uma enceradeira tamanha a sua ineficácia.

Dica

Aqui reproduzimos a entrevista do competente vereador Penha ao excelente Trabuco, do jornalista Antônio Carlos Leite. No espaço, o vereador revela os bastidores da nomeação da Secretária Tamy Sato, que em linhas gerais é definida como um carneirinho, que vai dizer amém às vontades do patrãozão.

Humilhação

No mesmo Trabuco, Penha nos mostra a sensibilidade paquidérmica do nobre alcaide. Ele convenceu os integrantes do primeiro e segundo escalão da nova secretaria que deficiente, PASME!, dá muito trabalho para viajar para São Paulo e Brasília. "E o impressionante: eles aceitaram os argumentos", desabafou Penha.

Citações

Penha dá alguns exemplo que arrebentam os argumentos esdrúxulos do alcaide. O secretário de Campinas é deficiente visual, o de Barueri, tetraplégico. A mesma situação é notada no secretário de Cravinhos. Pela narrativa de Penha, as pessoas que foram 'contempladas' com carguinhos em São Carlos, aceitaram os argumentos ridículos do prefeito.

Desabafo

Na mesma entrevista, Penha é enfático. Ele afirma que Tamy Sato deixa o cargo na secretaria de Educação e abre um flanco para Dé Alvim encaixar mais um apaniguado. Dé Alvim, o secretário sem cargo, manda e desmanda no ninho do tucanato.

Fidelidade

Penha diz que Tamy Sato é uma pessoa competente, mas que "seguirá à risca os caprichos do rei". Ele comentou que conseguiu R$ 150 mil para a compra de um micro-ônibus, emenda da deputada Mara Gabrilli (PSDB) e que a Secretaria de Educação, com Tamy, não deu sequência ao projeto.

Grave

Penha demonstra mágoa com a comunidade da pessoa com deficiência. E deixa isso claro na entrevista ao Trabuco: "Existe uma hipocrisia por parte de algumas pessoas com deficiência que com qualquer sorvetinho de morango muda de posicionamento e entra na lábia do prefeito rapidinho".

Grave II

Continua Penha: "agradinhos bestas que não representam políticas públicas para todas as pessoas com deficiência. Fui até onde pude ir, mas esse prefeito não tem caráter, não tem palavra e está acostumado a comprar pessoas, a dominar pessoas com o seu pretendido poder".  E termina: "ano que vem haverá eleições e tenho a certeza que esse trator de esteira não será reeleito".

Fracasso

Nos corredores da Câmara o burburinho de ontem era o que alguns parlamentares consideraram como fracasso o São Carlos Arena Music. A organização esperava 60 mil, mas os cálculos dos tidos como especialistas em eventos dizem que o público não atingiu 15 mil.

Prejuízo

Outro comentário no corredor da Câmara é que o prejuízo da organização foi de R$ 200 mil.

Erros

Eles consideram que o evento teve alguns erros crassos. As comitivas de rodeio, apesar da festa não ter evento neste sentido, não participaram das discussões e do chamamento à festa na comunidade. Realizar uma festa na semana de 4 de novembro também não foi uma medida acertada.

Insistência

Para um evento dar certo, a antecipação na divulgação é importante. E para tornar uma cidade tradicional na realização de evento é necessária persistência. Que os organizadores não desistam, mas planejem melhor da próxima vez.

Picada

O vereador Roselei Françoso disse na sessão da Câmara de ontem que um escorpião picou uma servidora da Escola Santo Piccin, em Água Vermelha. Além da falta de asseio no local, outros escorpiões foram encontrados. Com a palavra, a secretaria de Serviços Públicos.

Sujeira

Por falar em Secretaria de Serviços Públicos, o pessoal só está limpando o caminho por onde o padre passa. O resto da cidade está uma sujeira só. O cemitério, então... só o caminho do cortejo está limpo. Experimentar ir para o fundão.

Trombada

O Diário Oficial abriu uma seção de anedotas. Na publicação de um extrato de contrato de quase R$ 500 mil para iluminação de Natal publicaram como data de assinatura do contrato: 12 de dezembro de 2013. Brincadeira!

Será?

A publicação do Diário nos deixa encafifados. Será que vão gastar R$ 500 mil em iluminação em 2015? Vamos aguardar a retificação na sexta-feira.

Juro que ouvi!

No programa Intersom Debates de segunda-feira, o âncora disse que é a favor de ensinar a criança a atirar. Um absurdo! Em vez de seguir a sugestão do cidadão, que tal estimular a melhoria na educação das crianças? #fica a dica

É por isso...

É para combater estes absurdos que uma emissora em ascendência no Ibope de São Carlos prepara um Departamento de Jornalismo. Que coloque um âncora que tenha uma quantidade suficiente de massa cinzenta para não falar bobagens!

Até sexta

"Quem quiser vencer na vida deve fazer como os seus sábios: mesmo com a alma partida, ter um sorriso nos lábios". (Dinamor). Fale com a gente: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo