Av. João de Guzzi
(sentido Bairro/Centro)
60 km/h
Rua Ray Wesley Herrick
(sentido Centro/Bairro)
50 km/h
Rua Ray Wesley Herrick
(sentido Bairro/Centro)
50 km/h

Que a dengue está chegando aos 17 mil notificações, todos sabem. O que poucos conhecem é o que a Prefeitura gastou em publicidade no período crítico da epidemia. O secretário de Comunicação, Moisés Rocha, acertou ao fazer a publicidade de quanto em dinheiro foi aplicado em mídia. Agiu de forma transparente e merece o nosso aplauso. Como a audiência pública de quarta-feira foi transmitida ao vivo e os números tiveram a publicidade da TV Câmara, vamos divulgá-los. As informações, repetimos, são da Secretaria de Comunicação da Prefeitura.

Outdoor e carro de som

Com a Publiout, foram gastos R$ 7.880,00 com a instalação de placas de orientação ao combate à dengue. Com a empresa Carlão Som, R$ 4.920 referentes a 120 horas de informações pelas ruas de São Carlos.

Gráfica

A produção de 10 mil flyers (panfletos) custou R$ 5.980 na gráfica Carnicelli. A mesma gráfica cobrou mais R$ 580 pela produção de cartazes.

Lonas e tablóides

12 lonas para caminhão produzidas pela empresa JV Comunicação custaram R$ 3.240. O jornal Primeira Página cobrou R$ 78,8 mil pela produção, diagramação, criação e distribuição de jornais de orientação.

E os sites?

Sem corporativismos, vamos falar dos custos publicitários com os sites. E começamos por nós, São Carlos Dia e Noite. Recebemos R$ 1,3 mil. O Revelando São Carlos cobrou R$ 2 mil. Primeira Página, R$ 2 mil. Carlinhos Lima News, R$ 2.500. Região em Destake, R$ 800, São Carlos em Rede, R$ 1.000, Hora do Leite, R$ 1.000, São Carlos Agora, R$ 1.460, A Folha, R$ 500 e Bons Negócios R$ 420.

Saquinhos de pão

A produção de 22 mil saquinhos de pão custou R$ 7.700.

Jornais

10 anúncios de um quarto de página no Jornal A Folha custaram R$ 7.800. Oito anúncios da mesma medida no Jornal Primeira Página, R$ 7.200. quatro anúncios de meia página no Mais Cidade custaram R$ 3.632 e dois anúncios no Bons Negócios, R$ 3.160.

Rádios

225 inserções na Universitária saíram a R$ 7.875. O mesmo número de inserções e o mesmo valor foram cobrados pelos rádios Realidade AM/Pan News, Pop 88,7FM e DBC FM. Por 180 inserções nas rádios Clube AM e FM, R$ 7.938, 100 inserções na Intersom FM, R$ 7.700 e 120 inserções na Transamérica Hits, R$ 7.392. A Rádio São Carlos AM cobrou R$ 7.600 por 225 inserções.

TVs

11 inserções na TV Band custaram R$ 7.994,44; oito inserções na Record, R$ 7.980 e 50 inserções na EPTV (dispensa de licitação) R$ 50 mil.

O total

O total de gastos com publicidade da dengue somou R$ 285.314,00.

Que blog é esse

Um ponto que chamou atenção nesta audiência foi quando Moisés disse que atende todos os órgãos de imprensa, independente da audiência e se referiu a EPTV e ao Blog do Jotinha. Que blog  é esse que nunca ouvimos falar...

Não pegou bem

Putz, o vereador Paraná (PHS) tava indo bem nos últimos meses, questionamentos pertinentes, bom uso da tribuna da Câmara, mas essa semana ele pisou na bola.

Não pegou bem II

O vereador apresentou, na sessão ordinária da última terça-feira (26), o projeto de lei nº 145/15 para conceder o nome de Thomaz Rodrigues Alckmin ao Conjunto Habitacional Planalto Verde. O texto foi lido em plenário e está em tramitação na Casa.

Não pegou bem III

Thomaz é o filho do governador que morreu em tragicamente em 2 de abril, juntamente com outras quatro vítimas, na queda de um helicóptero em Carapicuíba na região metropolitana de São Paulo. Paraná o que tem haver uma coisa com a outra. Temos tantas personalidades importantes que fizeram alguma coisa em prol de São Carlos para ser homenageado. Puxa saquismo tem limite né.

Cones

Uma foto foi postada na rede social onde mostra cones proibindo a parada de veículos em frente a uma choperia na avenida Trabalhador São Carlense, próximo ao terminal rodoviário. Segundo informações o estabelecimento é ligado ao secretário de trânsito Márcio Marino (Não sabemos se é dele ou de algum familiar).

Cones II

Por isso que boa parte dos comerciantes se acham no direito de colocar esses cones para "garantir" sua vaguinha no comércio. Lamentável hein senhor Marino.

Cones III

O comunicador Carlinhos Lima da Rádio Clube AM, tem denunciado esses abusos frequentemente em seu programa de rádio e também nas redes sociais. Ele não perdeu a oportunidade (e com razão) de meter o pau nessa foto. "A se confirmar da para entender o porque os fiscais não cumprem a lei. Com qual moral um agente vai chamar a atenção de alguém, se pode ainda levar um esculacho ?". É bem por aí mesmo Carlinhos.

TCE

O Conselho do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), reunido durante sessão ordinária da Segunda Câmara, julgou irregulares a licitação e o contrato, e ilegais os atos de despesas, do ajuste formalizado entre a prefeitura de São Carlos com a empresa Revita Engenharia S/A, para execução de serviços de manutenção e conservação de vias públicas, parques, praças, jardins e outros logradouros, ao valor de R$ 5.730.324,59.

TCE II

Ao analisar a matéria em primeira instância, o Substituto de Conselheiro Alexandre Manir Figueiredo Sarquis, ressaltou as modificações promovidas no edital, posteriores à publicação do aviso de licitação, demandariam a republicação do instrumento convocatório em sua integralidade, com a restituição dos prazos do certame.

TCE III

A Primeira Câmara determinou que a Prefeitura instaure o correspondente procedimento interno de apuração de responsabilidade pela irregularidade verificada, e deu prazo 60 dias ao prefeito municipal para que o mesmo apresente ao Tribunal cópia do ato de instauração da comissão de sindicância, devidamente publicado.

TCE IV

Por sua vez a Procuradoria Geral do Município informou que ainda não foi comunicada oficialmente sobre esta decisão. Trata-se de voto emitido e no prazo a PGM irá contestar os argumentos. Vale lembrar que o contrato original foi assinado na gestão anterior, em 2012.

A pergunta?

Se o contrato é de 2012, estava sob investigação do TCE, por que foi mantido se sabiam do processo? É só uma pergunta...

Pensamento

Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver.(Dalai Lama). Fale com a gente: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo