NESTA SEGUNDA-FEIRA (17/02/2020) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - RUA JOSÉ BONIFÁCIO X RUA 1º DE MAIO (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

 

A reportagem do SCDN recebeu uma denúncia de que o barracão que era utilizado no ano passado como Entreposto de Armazenamento de Pneus no clube de campo da ABASC, voltou a receber esse tipo de material em desconformidade com o que foi informado em novembro do ano passado junto à CETESB. O mais preocupante é que diversos pneus estão armazenados do lado de fora do barracão com acumulo de água e sujeito a ser criadouro do mosquito da Dengue.

A reportagem do SCDN enviou na semana passada email para a Secretaria Municipal de Comunicação, pedindo informações sobre o descarte, o pedido foi reiterado, mas até o final da tarde desta terça-feira (03), ninguém enviou uma nota a respeito.

A reportagem manteve contato com a assessoria de imprensa da CETESB que informou que tanto o local de recebimento de pneus na ABASC quanto o barracão localizado

na rua José Mancini no Jardim São Paulo são classificados como locais de transbordo de resíduos volumosos e não são atividades que a CETESB licencia, cabendo à Prefeitura Municipal a regulação e fiscalização dessas atividades.

Em contrapartida o órgão estadual informou que com relação ao armazenamento de pneus na ABASC, em novembro do ano passado a prefeitura apresentou à CETESB relatório e ofício informando que esses barracões onde eram armazenados pneus haviam sido desocupados e que eles não estavam mais sendo utilizados pela prefeitura desde maio de 2014.

Informou ainda que quaisquer outros recebimentos de pneus nesse local seriam de responsabilidade do clube. A CETESB informou ainda que continuará com as ações de controle de poluição e, caso sejam constatados problemas ambientais, serão aplicadas as sanções legais cabíveis.

Desativação - Em setembro do ano passado a Prefeitura Municipal divulgou que o barracão da ABASC havia sido substituído por um barracão localizado no Parque São Paulo que foi cedido pela São Carlos Ambiental. Além de pneus o local receberia lâmpadas, parabrisas e sofás para reciclagem.

"O Entreposto de Armazenamento de Pneus da Prefeitura, antes localizado na Rodovia Engenheiro Thales de Lorena Peixoto, SP 318 (antigo Clube de Campo ABASC), já está totalmente desativado. Agora, em um espaço maior, vamos ampliar o serviço que já era oferecido, recebendo outros tipos de materiais, que também necessitam de uma destinação direcionada", explicou o então coordenador do meio ambiente Paulo Taú.

Sobre esse barracão na rua José Mancini a CETESB informou que após vistoriar o local no final do ano passado, verificou que o armazenamento dos materiais estava ocorrendo de forma desorganizada e não seguindo as normas técnicas. Dessa forma, a CETESB oficiou a Prefeitura Municipal de São Carlos para adotar as providências para sanar as irregularidades com relação a esses resíduos.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo