NESTA SEXTA-FEIRA (18/09) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - AVENIDA TRABALHADOR SÃO-CARLENSE (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 2 - AVENIDA JOÃO DE GUZZI X RUA MARCOS VINICIUS DE M. MORAES - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H;

RADAR 3 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

A pedagoga Marcela Cristina Vicente, de 36 anos, adotou uma nova estratégia para continuar ensinando seus alunos de 7 anos que não têm equipamentos eletrônicos ou internet para acompanhar as aulas online, em São Carlos. Professora da escola estadual Professor Archimedes Aristeu Mendes de Carvalho, localizada no Maria Stella Faga, ela todas às segundas-feiras, visita as casas dos estudantes e realiza as atividades de alfabetização na calçada.

O caso de Marcela foi destaque na entrevista coletiva do Governo do Estado de São Paulo pelo secretário estadual da Educação de São Paulo, Rossieli Soares. “Eu fiquei me perguntando como eu faria com essas crianças. Então eu perguntei para a minha coordenadora se eu poderia ir até as casas e ela respondeu que era uma decisão minha, por causa dos protocolos, e eu decidi que ia. Então eu perguntei para os responsáveis e eles também deixaram”, contou.

No começo de junho, Marcela começou os atendimentos presenciais, nas calçadas das casas de pelo menos oito alunos que estavam com dificuldade. Segundo ela, as aulas são feitas fora das casas e de máscaras para evitar a disseminação do novo coronavírus. Além de ir até as casas, Marcela procurou os responsáveis, tios e primos das crianças que estavam com dificuldade para pedir ajuda durante as atividades e intermediou doações de equipamentos.

“Eu fiz isso porque eu gostaria que alguém fizesse isso pelo meu filho se eu não tivesse nenhum acesso, você acaba se colocando no lugar do outro. Eu me sinto muito bem em poder ajudar eles”, disse. A suspensão gradual nas aulas de escolas públicas e particulares de São Paulo começou a valer em 16 de março e, desde 23 do mesmo mês, as portas estão fechadas como medida de segurança contra o novo coronavírus. A previsão é que elas retornem em 7 de outubro. (Com informações do Portal G1)



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo