O Diário Oficial do Município desta sexta-feira (27/03) publica a Portaria Nº 09/2020, assinada pelo secretário municipal de Transporte e Trânsito, Antônio Clóvis Pinto Ferraz (Coca Ferraz), autoridade de trânsito do município de São Carlos, suspendendo no período de 27 de março a 30 de abril de 2020 a fiscalização por meio dos três radares móveis.

 

Um dia depois de dar à luz, as mamães da Maternidade recebem uma visita especial: voluntárias do Banco de Leite conversam sobre a importância da amamentação, falam sobre os serviços oferecidos pela Maternidade e ainda incentivam a doação de leite materno.

Hoje, essa equipe conta com 10 voluntárias, quando seriam necessárias pelo menos mais 3. “No ano passado, nós batemos um recorde: 500 litros de leite materno foram doados por 100 mulheres que se cadastraram no Banco de Leite. E isso se deve muito ao trabalho feito pelas voluntárias que vão de quarto em quarto falar sobre a importância da doação. A gente quer dar continuidade a esse trabalho em 2020”, explica a coordenadora do grupo de Voluntárias do Banco de Leite, Juçaíra Giusti. 

Para ser voluntária, é preciso apenas ter duas horas disponíveis de manhã para fazer esse trabalho uma vez por semana. A empresária Paula Barros participa desse grupo há um ano. Ao conversar com as mães, ela fala sobre o trabalho do Banco de Leite, que além de estimular a doação de leite materno e fornecer esse leite para os bebês internados na Maternidade, também atende mães que têm dúvidas sobre a pega correta na hora de amamentar, sobre o que fazer quando o leite empedrar e sobre os riscos de ter uma mastite. “Poder contribuir com algo, poder de alguma forma fazer com que esses bebês cresçam saudáveis, é isso que me motiva. Com o pouco de tempo que dou por essa causa, sinto que estou contribuindo para que essa geração cresça melhor”.

Importância de doar

O leite materno é o alimento ideal para os recém-nascidos. E muitos bebês prematuros na Santa Casa precisam dessa doação. Ele protege contra doenças respiratórias, gastrointestinais e ajuda na imunidade do bebê. O Ministério da Saúde recomenda que os bebês mamem exclusivamente no peito até os seis meses. E continue sendo amamentados até 2 anos ou mais.

Para ser doadora, basta procurar o Banco de Leite, que fica dentro da Maternidade da Santa Casa. A candidata à doação passa por exames e faz um cadastro. Ela recebe frascos e outros materiais para fazer a doação. Então, uma vez por semana, a equipe do Banco passa para buscar o leite.  O atendimento é feito todos os dias, incluindo feriados, das 7h às 18h30.

O telefone para contato, tanto para se tornar voluntária do Banco de Leite quanto para doar o leite materno é o (16) 3509-1175.

A filha da balconista Renata Castro Ferreira nasceu no dia 10 de janeiro com 6 meses e está internada na UTI Neonatal. Ela mora em Ibaté e vem todos os dias para Maternidade para retirar o leite materno: “uma parte do meu leite é dada pra minha bebê e outra parte pra outros recém-nascidos. Eu fico triste de ainda não poder amamentar. Mas o pouco que eu consigo tirar, acaba ajudando também outros bebês”.

É o caso das filhas gêmeas da Ludmilla Machado Correia Felix. As duas meninas nasceram no dia 13 de janeiro. E o leite da promotora de vendas não é suficiente para alimentar as filhas. Por isso, ela depende das doações. “Não fossem as doações dessas mães, minhas filhas teriam que tomar fórmula. E a gente sabe como o leite materno é tão importante nessa fase. E além do leite materno, todo o suporte psicológico que o Banco de Leite dá para gente, a infraestrutura e até massagem para aliviar as dores das mamas...Só tenho que agradecer toda essa dedicação das funcionárias”.

 

 

 

 

 

 

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo