NESTA SEXTA-FEIRA (28/02/2020) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - AVENIDA HENRIQUE GREGORI (SHOPPING/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

 

 

.

Na sala das sessões da Câmara Municipal ocorre na manhã desta quinta-feira (23) – das 7h às 10h - o velório do empresário Paulo Botelho de Abreu Sampaio, falecido em São Carlos neste dia 22. O corpo será transladado para a capital paulista onde será sepultado  no Cemitério São Paulo (rua Cardeal Arcoverde, 1250, Pinheiros).

Paulo Botelho de Abreu Sampaio, da família dos fundadores da cidade, era proprietário da Fazenda São Joaquim, onde nasceu, o Solar dos Botelhos, idealizado por seu bisavô, José de Abreu Samapio, cunhado de Antonio Carlos de Arruda Botelho, Conde do Pinhal. Era curador do projeto Casarão Bento Carlos, do Instituto Arruda Botelho.

Filho caçula de oito irmãos, estudou até os 12 anos na fazenda e, na adolescência dedicou-se ao esporte; em 1940, aos 16 anos, foi campeão brasileiro de natação. Seguiu para São Paulo, onde cursou a Faculdade de Direito. Possuiu empreendimentos na indústria têxtil e, retornando a São Carlos, deu continuidade à trajetória como empreendedor. Na Fazenda São Joaquim,que restaurou, criou um espaço para eventos e se orgulhava em fazer parte da história viva da cidade. Não apenas preservando a casa e a fazenda, mas auxiliando pesquisadores e difundindo a história de São Carlos, diretamente ligada à história dos pioneiros da família Botelho.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo