NA SEGUNDA-FEIRA (20/01/2020) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS:

RADAR 1 - RUA DRº MARINO DA COSTA TERRA – (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 2 – RUA DRº MARINO DA COSTA TERRA (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H;

RADAR 3 – RUA RUI BARBOSA (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 40 KM/H.

Após uma vistoria realizada nesta terça-feira (14/01), por engenheiros da Concessionária RUMO e da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito, na estrutura do viaduto da Praça Itália, o local foi liberado para limpeza e nas próximas 24 horas já deve estar liberado para passagem de veículos.

“Como os engenheiros da concessionária não detectaram nenhum risco e também o engenheiro especialista em estruturas, José Mário Frasnelli, nos garantiu que pontilhão não atingido, assim que a Secretaria de Serviços Públicos terminar a limpeza, vamos liberar a passagem de veículos”, afirmou o secretário de Transporte e Trânsito, Coca Ferraz.

Para o engenheiro Frasnelli o problema será resolvido com a construção de uma lagoa de contenção na região da CDHU. “O viaduto não apresenta riscos. O que ocorreu foi que devido a intensidade da chuva a água chegou na antiga Ceagesp (região da CDHU) e a tubulação que sai de lá e chega na Praça Itália não tem vazão para esse grande volume de água, ocasionando a queda do muro de contenção, porém não abalou a estrutura do viaduto”, explicou o engenheiro.

O projeto da lagoa de contenção na região da CDHU já foi feito pela Prefeitura. O piscinão será construído por uma empresa em contrapartida ao município. No próximo dia 30 de janeiro ocorre mais uma reunião no Ministério Público, somente após essa audiência será definido o início das obras. O valor estimado é de R$ 1,3 milhão. A obra não foi realizada antes porque dependia de licenças ambientais.

A equipe de limpeza da Secretaria de Serviços Públicos já iniciou a retirada da lama na passagem do pontilhão. “Pretendemos terminar o serviço nesta quarta-feira (15/01) já que no local o acúmulo de lama foi muito grande. Já fizemos o serviço mais pesado e agora vamos lavar as vias”, garantiu Mariel Olmo, secretário de Serviços Públicos.

A concessionária RUMO informou, por nota, que as equipes da empresa seguem fazendo o monitoramento da ferrovia e realizando as obras necessárias nos locais que foram comprometidos pelo excesso de chuva.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo