NESTA SEXTA-FEIRA (21/02/2020) OS RADARES ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - AVENIDA JOÃO DE GUZZI X RUA MARCOS VINICIUS DE M. MORAES VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 - RUA MIGUEL PETRONI (BAIRRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 - AVENIDA BRUNO RUGGIERO FILHO (BAIRRO/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

Uma equipe técnica da Defesa Civil do Estado de São Paulo visitou São Carlos nesta segunda-feira para vistoriar as áreas que foram atingidas pelas chuvas que causou muitos estragos em diversas regiões de São Carlos.

Estiveram em São Carlos Edna Martins, coordenadora regional da Secretaria de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Amarildo Callegari, coordenador regional da Defesa Civil de SP e a Capitã Rafaela, Diretora do Núcleo de Gerenciamento de Emergência da Defesa Civil do Estado.

A comitiva veio verificar e analisar o tamanho dos estragos e orientar a Defesa Civil local na elaboração do relatório que deve ser feito para que o governo libere recursos para obras emergenciais para recuperar um pouco do que estragado pelas fortes chuva.

Coletiva - Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (13), o prefeito de São Carlos Airton Garcia (PSB), afirmou que o problema das enchentes na cidade não será resolvido enquanto um projeto de R$ 700 milhões não for executado.

“Enquanto a prefeitura de São Carlos não arrumar esses R$ 700 milhões, nós vamos ter que ficar sem dormir a noite, porque enquanto chover, a preocupação é grande”, disse Garcia.

Pedro Caballero, coordenador da Defesa Civil, informou os números das chuvas dos últimos dias em coletiva à imprensa. Nestes 12 primeiros dias, foram 470mm de águas no município. Só a chuva de ontem precipitou quase 170mm. De acordo com Caballero, este é o maior volume de chuvas dos últimos 15 anos. A média de chuvas para o mês de janeiro em todo este período costuma ficar na casa de 250mm. A chuva foi acima das previsões. Foram 22 pontos de alagamento.

Trânsito - O Pontilhão da Praça Itália está interditado nos dois sentidos. Houve deslizamento de terra e rompimento da rede de esgoto. O trecho da Rotatória do Cristo até o antigo restaurante Casabranca está interditado nos dois sentidos. As equipes ainda trabalham na remoção do barro nas vias. A passarela de pedestres e a ciclovia também seguem interditadas, ainda com lama molhada.

Ruas que já foram liberadas no centro:
- Episcopal x Jesuíno de Arruda
- 9 de Julho x General Ozório
- 9 de Julho x Comendador Alfredo Maffei
- 9 de Julho x Geminiano Costa

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo