NESTA SEGUNDA-FEIRA (16/09) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - Rua Miguel Petroni (CENTRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H; 

RADAR 2 – Av. Francisco Pereira Lopes (USP/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 – Av. Comendador Alfredo Maffei (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

A Vigilância Epidemiológica confirmou no final da manhã desta segunda-feira (19/8) o primeiro caso de sarampo registrado no município. O exame positivado é de um rapaz de 18 anos que passa bem.  O outro exame o resultado deu negativo, descartado para a doença.

Na última quinta-feira (15/8) a Vigilância anunciou duas notificações da doença, porém nesta segunda-feira (19/5) entraram outras cinco notificações. O quadro do município neste momento é de um caso positivo, um descartado e cinco aguardando resultados de exames do Instituto Adolfo Lutz.

Como determina o protocolo do Ministério da Saúde, a Vigilância Epidemiológica já realizou ações de bloqueio com aplicação de mais de 600 doses de vacinas em todos os comunicantes relativos aos casos com suspeita.

De acordo com Kátia Spiller, supervisora da Vigilância Epidemiológica, São Carlos agora deve fazer parte da lista dos municípios em estado de alerta com relação ao sarampo. “São Paulo é o Estado com o maior número de casos confirmados. Portanto, a orientação para esses municípios é aumentar os cuidados, o que já estamos fazendo com os bloqueios que interrompem a cadeia de transmissão e, consequentemente, eliminam os suscetíveis no menor tempo possível. Estamos aguardando orientações do Estado para saber se vamos antecipar a vacinação, passando a vacinar todas as crianças de 6 meses a menores de 12 meses. Ainda hoje deveremos receber essa confirmação para depois avisarmos os pais”, explicou a supervisora.

A vacina é indicada dentro do calendário para crianças de 12 meses de idade e a segunda dose aos 15 meses. Pessoas que tem até 29 anos tem que tomar duas doses. Quem nasceu a partir de 1960 e tem mais de 30 anos precisa tomar somente uma dose. Pelo Programa Nacional e Estadual de Imunizações, atualmente estão disponíveis duas vacinas que contêm os componentes do sarampo e da rubéola: a vacina Tríplice Viral – SCR, que protege para o Sarampo, a Caxumba e a Rubéola, e a vacina Tetra Viral - SCR- Varicela, que protege para o Sarampo, a Caxumba, a Rubéola e a Varicela.

 

 

 



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo