NESTA SEGUNDA-FEIRA (16/09) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO OPERANDO NOS SEGUINTES LOCAIS: 

RADAR 1 - Rua Miguel Petroni (CENTRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H; 

RADAR 2 – Av. Francisco Pereira Lopes (USP/SHOPPING) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 3 – Av. Comendador Alfredo Maffei (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 kM/H.

A Vigilância Epidemiológica de São Carlos confirmou nesta quinta-feira (15/8) a notificação de dois casos suspeitos de sarampo. Os exames foram encaminhados para o Instituto Adolfo Lutz para comprovação. 

Como determina o protocolo, a vigilância já realizou ações de bloqueio com aplicação de vacina em todos os comunicantes relativos aos casos com suspeita. 

Dentro do calendário do SUS já foram aplicadas 6.482 doses da vacina tríplice viral esse ano no município, indicada para crianças de 12 meses de idade (vacina tríplice viral - D1) e a segunda dose aos 15 meses (vacina tetra viral ou a tríplice viral + varicela). 

Já as pessoas que tem até 29 anos, tem que tomar 2 doses. Quem nasceu a partir de 1960 e tem mais de 30 anos precisa tomar somente 1 dose. 

Em virtude do surto de sarampo em 43 cidades de três estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia), agora o Ministério de Saúde também determinou a vacinação de crianças de 6 meses a menores de 1 ano que forem viajar para locais com crescimento do número de casos confirmados da doença. 

Além de proteger, a medida de segurança pretende interromper a cadeia de transmissão do vírus do sarampo no país. A recomendação é que todas essas crianças, nesta faixa etária, sejam vacinadas contra a doença, no período mínimo de 15 dias, antes da data prevista para a viagem. 

A vigilância ressalta para que os pais verifiquem a carteira de vacinação de seus filhos e não deixem de levar as crianças na unidade de saúde mais próxima da sua residência para serem imunizadas. 

Pelo Programa Nacional e Estadual de Imunizações, atualmente, estão disponíveis duas vacinas que contêm os componentes do sarampo e da rubéola: a vacina Tríplice Viral – SCR, que protege para o Sarampo, a Caxumba e a Rubéola; e a vacina Tetra Viral - SCR- Varicela, que protege para o Sarampo, a Caxumba, a Rubéola e a Varicela.



Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo