NESTA SEGUNDA-FEIRA (20/08) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 - RUA MIGUEL PETRONI (CENTRO/RODOVIA) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H; 

RADAR 2 – RUA RAY WESLEY HERRICK (CENTRO/BAIRRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3 – RUA DR. MARINO DA COSTA TERRA (CENTRO/BAIRRO) – VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H.

A vereadora Cidinha do Oncológico (SD) destacou a importância do trabalho de pesquisadores do Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (IFSC-USP), que introduz uma inovação no tratamento da artrose ao associar duas técnicas, o ultrassom e o laser, em um aparelho capaz de acelerar a reparação dos tecidos e apresentar efeito anti-inflamatório e analgésico. O trabalho foi tema de reportagem exibida pelo Jornal Nacional na edição desta quarta-feira (8).

Em maio de 2013 a vereadora Cidinha conseguiu junto à Prefeitura a disponibilização de uma sala na Fundação Educacional São Carlos para aplicação do projeto, para o qual naquela ocasião eram selecionados voluntários com idades entre 60 e 80 anos com artrose para se submeter ao tratamento.

Cidinha destacou a importância do projeto tecnológico e inovador desenvolvido pelo  IFSC – USP. O objetivo é reduzir a dor e o processo inflamatório, com melhora da função articular, dos músculos e tendões, assim como o aumento da amplitude de movimento, força muscular, equilíbrio, mobilidade e maior desempenho físico aumentando consideravelmente sua qualidade de vida.

Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia, quase 50 milhões de brasileiros têm artrose, inflamação que provoca o desgaste da cartilagem dos ossos e não tem cura.O tratamento convencional leva em torno de quatro meses para apresentar resultados e com o novo aparelho em 20 dias é possível aliviar as dores.Ao todo 300 pacientes passaram por testes que foram realizados também na Santa Casa.

Conforme a reportagem do JN, os pesquisadores esperam a liberação da Anvisa para comercializar o aparelho, o que deve acontecer até março de 2019. Em seguida ele será oferecido para o SUS. O estudo foi publicado em revistas científicas internacionais.



Comentário(s) 

0
Frederico A. Verona | 16 Agosto 2018
Tenho artrose avançada do quadril esquerdo e gostaria de saber como faço para fazer esse tratamento?
Grato