NESTA QUINTA-FEIRA (19/7) OS RADARES MÓVEIS ESTARÃO NAS SEGUINTES VIAS: 

RADAR 1 - RUA JOSÉ BONIFÁCIO (CENTRO/BAIRR0) - VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 2 - AV. MORUMBI (BAIRRO/CENTRO) VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 50 KM/H; 

RADAR 3 – AV.DR. HEITOR JOSÉ REALLI (RODOVIA/BAIRRO) – VELOCIDADE MÁXIMA PERMITIDA DE 60 KM/H.

No dia 29 de junho, sexta-feira, o Anfiteatro de Convenções Luiz Gastão de Castro Lima da Escola de Engenharia de São Carlos da USP (EESC-USP) foi o cenário para um evento de muita emoção. Em uma sessão solene da Congregação, os professores aposentados Dante Ângelo Osvaldo Martinelli, Marcius Fantozzi Giorgetti, Swami Marcondes Villela e Rosalvo Tiago Ruffino foram agraciados com títulos de professor emérito.
 
Essa honraria é concedida a professores aposentados que obtiveram distinção por atividades didáticas e de pesquisa, ou que tenham contribuído de modo notável para o progresso da Universidade. O reconhecimento da excelência desses docentes também celebra os 65 anos da Escola, comemorados neste ano de 2018.
 
O encontro teve início com uma mesa composta pelo diretor da EESC-USP, professor Paulo Sergio Varoto, o superintendente de Assistência Social da USP e docente do Departamento de Engenharia de Produção da EESC-USP, professor Fábio Müller Guerrini, como representante do reitor da USP, professor Vahan Agopyan, além do vice-diretor da Escola, professor Antônio Nélson Rodrigues da Silva. Suas falas foram marcadas por registros de gratidão por estarem presentes nesse momento histórico e pelo justo reconhecimento da contribuição dos homenageados para a Escola e a Universidade.
 
Na sequência foi entregue o título ao professor Dante, que esteve representado por seu filho, o diretor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto, professor Dante Pinheiro Martinelli. O professor do Departamento de Engenharia de Estruturas (SET) da EESC-USP, Francisco Antonio Rocco Lahr, fez um discurso sobre os feitos do homenageado e, a seguir, o chefe do SET, professor Maximiliano Malite, também proferiu algumas palavras. O momento que mais causou comoção na plateia, porém, foi o discurso escrito pelo homenageado, que está hospitalizado, e lido por seu filho. Por fim, a professora da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" da USP e filha do professor Dante Ângelo Osvaldo Martinelli, Adriana Pinheiro Martinelli, também participou do momento da entrega do título.
 
Para homenagear o professor Marcius Fantozzi Giorgetti, o docente aposentado do Departamento de Hidráulica e Saneamento (SHS), Woodrow Nelson Lopes Roma, foi convidado a fazer uma narrativa sobre a carreira do laureado. Além dele, o chefe do mesmo Departamento, professor Edson Cezar Wendland, também fez um breve pronunciamento. Demonstrando enorme honra, porém com muito senso de humor, o professor homenageado agradeceu o título, que recebeu ao lado de sua esposa, Marília Giorgetti.
 
O chefe do SHS teve a oportunidade de participar da entrega de mais um título a um colega aposentado do Departamento, o professor Swami Marcondes Villela. Para discursar sobre os feitos do laureado, foi convidado o professor aposentado Fazal Hussain Chaudhry, também do SHS. Após um agradecimento repleto de saudosismo e emoção, Swami recebeu a honraria ao lado de sua esposa, a senhora Arialda Villela.
 
Finalizando a sessão de entregas, o chefe do Departamento de Engenharia Mecânica da EESC-USP, professor Renato Goulart Jasinevicius, discursou em homenagem ao professor Rosalvo Tiago Ruffino. A esposa do homenageado e servidora aposentada da EESC-USP, Josephina Matiello Ruffino, acompanhou o recebimento do título.
 
Vale destacar que o Anfiteatro estava repleto de familiares, colegas de trabalho atuais e antigos, alunos e ex-alunos dos professores homenageados, os quais fizeram questão de parabenizar pessoalmente os docentes no final da cerimônia, com relatos afetuosos de suas memórias, em grande parte destacando o papel essencial desses mestres em suas trajetórias individuais.
 
A EESC-USP já havia entregue essa honraria a três outros docentes: Frederico Schiel, em 1976, Hermann Schulte, em 1989, e Ruy Carlos de Camargo Vieira, em 2005. No próximo semestre outros quatro títulos serão outorgados aos professores Jurandyr Povinelli, José Roberto Campos, Eugenio Foresti e Fazal Hussain Chaudhry.


Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal SCDN. Se achar algo que viole as regras de uso, denuncie.


Código de segurança
Atualizar codigo